Pacto de alfabetização visa formar 200 professores em Taquara

Município: Taquara

Pnaic 2017/2018 foi lançado no dia 8 de novembro, no auditório da Faccat CRÉDITO: MAGDA RABIE/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Pnaic 2017/2018 foi lançado no dia 8 de novembro, no auditório da Faccat CRÉDITO: MAGDA RABIE/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Professores das redes municipal e estadual participaram, no dia 8 de novembro, do lançamento do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic) 2017/2018, realizado no auditório das Faculdades Integradas de Taquara (Faccat). Cerca de 200 professores integram a formação (100 horas no total) que visa assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos de idade, ao fim do 3º ano do Ensino Fundamental. O Pnaic é destinado a professores municipais e estaduais alfabetizadores do 1º ao 3º ano, professores das salas de recursos, da Educação Infantil, do Programa Novo Mais Educação, supervisores pedagógicos e diretores das escolas onde não há supervisoras.
O pacto, segundo mencionou a coordenadora local do Pnaic, Simone Tomazini da Luz, foi lançado em 2012, abrangendo do 1º ao 3º ano, especialmente destinado às professoras alfabetizadoras. Em 2013, iniciou-se o estudo da parte da linguagem com encontros e formações. Em 2014, a matemática também é integrada do 1º ao 3º ano, mas ainda destinado às professoras alfabetizadoras. Em 2015, abrangeu-se, além das áreas de linguagens, as demais disciplinas e foram revistos os planos de estudo e a questão da avaliação. Os trabalhos envolvendo as áreas da linguagem e do letramento continuaram em 2016.
“Em 2017, o Pnaic veio com uma nova forma, incluiu a Educação Infantil, crianças a partir de quatro anos de idade, tanto das escolas municipais de Educação Infantil (Emeis) quanto das de Ensino Fundamental (Emefs), o Programa Novo Mais Educação, professores alfabetizadores do 1º ao 3º ano municipais e estaduais e, junto, desde 2016, as coordenadoras pedagógicas”, destaca Simone. “O objetivo da formação é auxiliar os professores com novas estratégias, novas metodologias, questões de avaliação, do lúdico. Não vamos trazer nada pronto, nada mágico, é uma troca. Vamos juntos desenvolver um trabalho que otimize a Educação em Taquara”, afirma Simone.
Em Taquara, nove professores, coordenados por Simone da Luz, ministram as formações aos demais docentes. Na área da Educação Infantil, a formação será destinada pelas professoras Sandra Luzia Corrêa, Caroline de Almeida Jaeger e Ananda Soares dos Santos. Para os professores do Programa Novo Mais Educação quem ministrará a formação será a professora Indira Cezar, e, para os professores do 1º ao 3º ano, a formação será passada pelas professoras Luciana Michele Martins Alves, Solange dos Reis Lopes, Thaís Nathali Haag, Cátia Jussane Policarpo e Carina Policarpo.
Participando do evento, o secretário municipal de Educação, Cultura e Esportes, Antônio Edmar Teixeira de Holanda, salienta a importância do pacto. “O papel de vocês, alfabetizadoras, é importantíssimo. Em um levantamento feito pelo Ministério da Educação, foi revelado que há, pelo Brasil, crianças analfabetas no 6º e no 7º ano. Isso é aterrorizante. A mudança depende de vocês explorarem e aproveitarem muito estes momentos, pois vocês é que farão as coisas acontecerem. O salto que a educação de Taquara está dando é por causa de vocês”, relata o secretário.
A vice-diretora da (Faccat), Carine Backes Dörr, também prestigiou o evento. “Vocês percebem a importância que têm na Educação de nossa região, nenhum país desenvolve sem educação, nós estamos em desenvolvimento e temos um caminho longo que começa com nossas crianças. São sementes que estão começando a germinar. A criança está descobrindo o mundo, e precisamos estar comprometidos e motivados a deixar que elas continuem a procurar novas informações, o nosso papel, mais que letramento e alfabetização, é despertar o interesse e a alegria em aprender. Se não conseguirmos despertar essa vontade, talvez ela pare de estudar. Este é o nosso desafio”, comenta Carine. Também participou do lançamento do Pnaic a professora doutora Maria de Fátima Reszka, coordenadora do curso de Pedagogia da Faccat.
O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa é um compromisso formal assumido pelo governo federal, do Distrito Federal, dos estados e municípios. A equipe de trabalho conta com as coordenadoras estaduais da 2ª Coordenadoria Regional de Educação (Crea), Lediane Garcia Lucena e Márcia Carvalho, da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-RS), tem o apoio de universidades federais. Em Taquara, o Pnaic também tem a parceria da Faccat, desde a sua primeira edição.