Produtores participam de Dia de Campo sobre Hortaliças em Passo Fundo

Município: Passo Fundo

Atividade foi realizada na propriedade de Vilson Terres e Vanderlei Cézar Lea CRÉDITO: VANESSA ALMEIDA DE MORAES/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Atividade foi realizada na propriedade de Vilson Terres e Vanderlei Cézar Lea CRÉDITO: VANESSA ALMEIDA DE MORAES/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Mais de 650 produtores de 65 municípios estiveram em Passo Fundo na última quinta-feira, dia 30 de novembro, na localidade de Bela Vista, participando do Dia de Campo sobre Hortaliças, realizado pelo terceiro ano consecutivo, na propriedade de Vilson Terres e Vanderlei Cézar Leal. O evento contou com seis estações técnicas, estandes de empresas parceiras e produtos da agricultura familiar. O Dia de Campo sobre Hortaliças foi promovido pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), pela prefeitura – por meio da Secretaria municipal do Interior -, pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Cresol e Sicredi, com apoio de diversas empresas e entidades.
Os agricultores participantes puderam conferir nas estações técnicas diversas informações, tecnologias e novidades ligadas à produção de hortaliças. A Bayer apresentou o Programa Integrado de Manehjo Bayer HFF com foco em produto biológico. O Instituto Federal do Rio Grande do Sul mostrou, por meio dos canteiros, tecnologia de aplicação em hortaliça. A AgroLife falou sobre tecnologia vegetal. Os representantes da Isla trouxeram uma gama de diferentes hortaliças, entre pepinos, tomates, abóboras e beterraba. A Hortipasso apresentou em sua estação sistemas hidropônicos e semihidropônicos para morango e tomates. Já os engenheiros agrônomos da Emater Rodrigo Batistella e Virgínia Crestani Viero mostraram o cultivo do morango em ambiente protegido.
De acordo com o gerente regional da Emater, Oriberto Adami, o contexto da produção de hortaliças na região está dento do planejamento da instituição. “Foi um evento que começou com o foco de atender uma demanda municipal e, hoje, tornou-se difusão de conhecimento para todo o Estado”, avaliou. O secretário municipal do Interior, Antônio Bortolotti, que representou o prefeito Luciano Azevedo, destacou a importância do evento como local de transmissão de conhecimento e ressaltou a importância do agricultor como produtor de alimentos.
Para o engenheiro agrônomo da Emater de Passo Fundo e um dos idealizadores do Dia de Campo, Alessandro Davesac, o resultado tem sido melhor a cada edição. “Tivemos um excelente evento, promovido a muitas mãos, contamos com a participação do público e das empresas parceiras que acreditaram na importância do Dia de Campo”, avaliou. Ele destaca que, em Passo Fundo, de 5% a 8% do que se consome é produzido na cidade. Portanto, segundo ele, o mercado é promissor. Conforme o agricultor de São João da Urtigam Joel Moterle, que há cerca de 10 anos está na atividade, o evento foi muito bom. “A gente é carente de informação. Nada melhor do que ver a atividades e as experiências na prática para conseguir melhorar na nossa propriedade”, disse.