Horto municipal de Nova Petrópolis aprimora resultados com melhorias e novas abordagens

Município: Nova Petrópolis

Capacitação dos servidores interfere de forma positiva na qualidade das plantas CRÉDITO: ADRIANA MONTEIRO ARRIAL/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Capacitação dos servidores interfere de forma positiva na qualidade das plantas CRÉDITO: ADRIANA MONTEIRO ARRIAL/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Os 13 profissionais do horto municipal dedicam tempo e carinho ao manejo das flores e plantas que ornamentam os atrativos turísticos, espaços públicos, ruas e avenidas da cidade. A equipe é responsável por todos os processos de cultivo das flores que enfeitam o Jardim da Serra Gaúcha e encantam moradores e aqueles que visitam Nova Petrópolis. E, neste ano, melhorias e novas abordagens foram estabelecidas no setor para aprimorar os resultados.
“Mudamos o método de trabalho no horto municipal. Trabalhamos com substrato adequado à técnica que oferece qualidade e sanidade à planta e isenta ervas daninhas; sementes de boa genética; manejo de maneira alinhada com todos os funcionários e qualificação dos servidores sobre podas, irrigação, adubação e assuntos relacionados ao cultivo e à manutenção para melhorar a qualidade, a beleza e a durabilidade das plantas”, destaca o diretor do horto municipal, Alexandre Lanius Silva.
O local de cultivo das flores do Jardim da Serra Gaúcha foi reorganizado. Duas estufas foram reformadas e outra, com estrutura de metal, foi renovada. Um sistema de irrigação com bomba foi instalado para realizar uma irrigação mais eficiente e, em cada estufa, há um sistema de fertirrigação. A câmara de germinação ainda precisa ser finalizada para proporcionar crescimento rápido e parelho das mudas.
A primeira estufa do horto municipal é de pré-cultivo, que recebe as mudas geradas por sementes. Nesse local, também são feitas as reproduções de espécies com estacas vegetais de plantas já existentes. Depois, todas essas mudas são repicadas e reservadas em outras estufas. “Várias mudas de árvores das espécies chorão, extremosa, acer e plátano foram plantadas a campo, no terreno do lado de cima do horto municipal. Essas árvores devem ser replantadas em locais públicos daqui a três anos, quando atingirem a altura necessária”, explica o diretor Alexandre Lanius Silva.
A equipe do horto também trabalha na reforma de vasos e de bancos públicos com aplicação da técnica bauernmalerei, a autêntica pintura alemã, e no levantamento da metragem dos canteiros para mensurar a necessidade de produção de flores a longo prazo. “Atualmente, produzimos mais de 180 mil mudas de flores e plantas no horto municipal. Com o levantamento de informações, melhorias e novas abordagens no setor, a estimativa é produzir cerca de 500 mil mudas em 2019”, ressalta o secretário adjunto de Turismo, Indústria e Comércio de Nova Petrópolis, Gilnei Mücke.
A equipe do horto municipal conta com o apoio da secretaria de Obras e Serviços Públicos, que disponibiliza brita, saibro, pó de brita, maquinário e funcionários para ações; e também com auxílio técnico da secretaria de Agricultura e Meio Ambiente. Neste ano, a prefeitura já investiu cerca de R$ 40 mil em materiais de trabalho, reforma das estufas e da bomba de água, sistema de irrigação, plugs de mudas, entre outros itens para o setor. “O horto precisa de um olhar especial porque requer planejamento. E, para que nossa cidade esteja sempre florida, temos que investir em melhorias e garantir que Nova Petrópolis honre o título de Jardim da Serra Gaúcha”, enfatiza Mücke