Professores de Gramado realizam treinamento com Corpo de Bombeiros

Município: Gramado

Capacitação prevê que funcionários possam aplicar a medida correta aos alunos em situações de risco CRÉDITO: CARLOS BORGES/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Capacitação prevê que funcionários possam aplicar a medida correta aos alunos em situações de risco CRÉDITO: CARLOS BORGES/DIVULGAÇÃO/CIDADES

No último dia 3, professores e funcionários da rede municipal receberam um treinamento sobre atendimento hospitalar direcionado ao ambiente escolar, visando à capacitação dos profissionais para situações que possam ocorrer nas escolas. A capacitação prevê que, nestes casos de risco, os funcionários possam aplicar a medida correta aos alunos, o que, em muitos casos, pode salvar uma vida. “Foi uma oportunidade gratificante e produtiva. Levaremos tudo o que aprendemos para o nosso dia a dia, e esperamos a continuidade deste projeto para que todos estejamos preparados para estas situaçõess. A secretaria de Educação e o Corpo de Bombeiros estão de parabéns por esta iniciativa”, relatou a professora da Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Serra Encantada, Juliana Caberlon.
Utilizando um boneco de treinamento, os professores aprenderam noções de como lidar com situações de desmaio, engasgo, crises convulsivas, parada cardiorrespiratória e manobras de ressuscitação cardiopulmonar. “Criamos diversas situações de emergência, para que estes colaboradores estejam aptos a prestar o primeiro atendimento até a equipe de emergência chegar”, relatou o soldado Adriano Ferreira da Rosa, instrutor de Atendimento Pré-Hospitalar.
O treinamento teve duração de quatro horas, e, além de abordar os assuntos referentes ao atendimento pré-hospitalar, os funcionários também foram instruídos a respeito de situações de combate a incêndio com uso de extintores. Após o treinamento, os participantes e os bombeiros fizeram uma corrida leve até a frente da secretaria da Educação, onde foram recebidos pela titular da pasta, Gilça Silva. “Esta iniciativa, com certeza, nos ajuda no dia a dia escolar, já que, em alguns momentos, deparamo-nos com situações e nos falta o entendimento do mais correto a se fazer em um primeiro momento. É imprescindível sabermos que existem diferentes maneiras de intervir em adultos, crianças e bebês”, explicou a professora da Emei Algodão Doce, Camila Gallas.
Segundo o 1º Tenente e Comandante do Quadro de Tenente Bombeiro Militar (QTBM), Márcio Baigorra, a iniciativa é de suma importância, aproximando os professores dos órgãos públicos e criando vínculos para que este conhecimento seja difundido. “O professor deve ter o apoio destes órgãos públicos, como o Corpo de Bombeiros. No nosso caso, pudemos passar instruções e auxiliar os professores em como tratar alunos que porventura venham a sofrer algum acidente”, comentou.
A vice-diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Mosés Bezzi, Joice Denise Holdorf, relatou que, diariamente, estão em contato com muitos alunos e que a oportunidade do treinamento mostrou como podem agir em alguns casos. “Tivemos a noção de que fazer em caso de desmaio, engasgamento, ataque epilético e reanimação até a chegada dos bombeiros ou Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), evitando minimizar o máximo possível procedimentos errados. Ter esse tipo de conhecimento pode fazer a diferença, tanto na vida profissional quanto na pessoal, para ajudar o próximo”, relata.
Diretora da Emef Dr. Carlos Nelz – Caic, Luciana Andréa de Giacometti, já tinha feito um curso de primeiros socorros há bastante tempo e avalia a iniciativa. “Este assunto é primordial para quem trabalha com pessoas, especialmente para nós, na escola. O curso foi muito produtivo, esclarecedor e interativo. É importante aprender e também rever esse conhecimento”, declara.