Plano sobre o futuro de Gramado está em fase de conclusão

Município: Gramado

Projeto final será apresentado à comunidade nesta quarta-feira CRÉDITO: CLARA CASAGRANDE/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Projeto final será apresentado à comunidade nesta quarta-feira CRÉDITO: CLARA CASAGRANDE/DIVULGAÇÃO/CIDADES

A Agenda Estratégica de Desenvolvimento Sustentável e Plano de Mobilidade Urbana de Gramado, projeto que visa preparar a cidade para os desafios do desenvolvimento nas próximas três décadas e solucionar alguns problemas críticos enfrentados pelos cidadãos no dia a dia, segue para sua fase final. Os resultados dos últimos sete meses de trabalho serão apresentados à comunidade gramadense nesta quarta-feira, dia 8, às 19h, no centro de eventos da Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Faurgs).
“O trabalho, iniciado em dezembro de 2017, está sendo concluído, onde todos os subsídios trazidos pela sociedade estão se materializando em decisões estratégicas para o município. Creio que chegaremos a um resultado fantástico, cujos frutos serão colhidos ao longo das próximas décadas”, comenta o secretário de Planejamento, Jeferson Zatti.
O trabalho da Agenda Estratégica se iniciou em dezembro de 2017, durante o Natal Luz, com pesquisas de
origem/destino com a comunidade e os visitantes que se estenderam até março. Ainda no fim de 2017, até o início deste ano, foram realizadas duas oficinas internas entre equipe municipal e projetual, e três participativas com a comunidade. Assim, o Plano de Mobilidade de Gramado tem como referência um volume grande de materiais coletados nesses meses de trabalho de campo, formado por seis estratégias, 40 programas e 130 projetos.
Para a conclusão do projeto e apresentação da modelação final do plano, durante o mês de maio, a secretaria de Planejamento, Urbanismo, Publicidade e Defesa Civil, e a CEPA Consultora realizaram uma série de reuniões setoriais, contando com a participação de autoridades dos poderes Executivo e Legislativo, conselhos, empresários da cidade, operadores e agências de turismo, representantes da zona rural, engenheiros, arquitetos e construtores. Foram três dias de encontros para ajustar os últimos detalhes antes da apresentação final aos gramadenses que ocorrerá em agosto. Ao longo dos meses de junho e julho, as equipes responsáveis por cada uma das estratégias desenvolveram fichas técnicas, onde detalharam a maioria dos projetos.
“Foi uma participação produtiva, consciente e comprometida dos setores da comunidade. Em ambiente harmonioso, tivemos grandes contribuições baseadas na construção a partir das diferenças, que sem dúvidas constituíram um grande aporte para pensar Gramado a partir de um patamar de qualidade internacional, sempre em termos de sustentabilidade”, destaca o representante da equipe projetual da CEPA na região, Daniel Caporale.
Criação de Agência de Desenvolvimento Sustentável
A criação de uma Agência de Desenvolvimento Sustentável, um órgão inovador que gerenciará a prática das seis estratégias como políticas públicas, definidas durante as três oficinas participativas já realizadas, foi um dos tópicos mais discutidos pelos participantes na época, em maio. Essa proposta também será apresentada à comunidade gramadense na quarta-feira.
Turismo e paisagem são os grandes eixos da cidade que se projeta para as próximas três décadas. Além da criação da agência, a Agenda Estratégica prevê a construção de mirantes para a valorização da paisagem natural da cidade e sua internacionalização, ou seja, serão novos elementos modeladores da paisagem que permitirão sua recuperação para o beneficio do interesse público.
Novas estratégias para a mobilidade urbana, uma das preocupações da administração e dos moradores, motivarão ações como a construção de uma nova perimetral que preserva a paisagem do Vale do Quilombo, ícones paisagísticos para estacionamentos públicos e uma nova estrutura de mobilidade alternativa para deixar, gradativamente, o Centro e sua avenida principal para os pedestres. “A sociedade gramadense está diante de uma grande oportunidade para consolidar o processo que foi iniciado no ano passado e continuar projetando seu futuro em benefício de uma cidade sustentável. Por isso, esperamos que a comunidade participe da apresentação pública”, destaca o secretário de Planejamento, Jeferson Zatti.
“Após a apresentação do dia 8, passaremos às etapas de divulgação e capacitação da comunidade, onde as estratégias e projetos serão explicados através de reuniões setoriais, e principalmente, se formarão as capacidades necessárias que permitam a futura implementação da agenda e da agência. Posteriormente, e com o empoderamento final da sociedade, teremos o compromisso de encaminhar estes projetos inovadores à câmara de vereadores para a consolidação em lei”, conclui. A Agenda Estratégica de Desenvolvimento Sustentável e Mobilidade Urbana está sendo elaborada pela prefeitura e pela CEPA Consultora.