Documentário Pra ficar na história é lançado em cinema a céu aberto em Garibaldi

Município: Garibaldi

Mais de 500 pessoas prestigiaram a pré-estreia do filme no último dia 3 CRÉDITO: PRISCILA PILLETTI/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Mais de 500 pessoas prestigiaram a pré-estreia do filme no último dia 3 CRÉDITO: PRISCILA PILLETTI/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Uma celebração à arte em meio ao casario histórico garibaldense. A pré-estreia do longa-metragem Pra ficar na história marca mais um capítulo de preservação da cultura em Garibaldi. Em um grande cinema a céu aberto, mais de 500 pessoas prestigiaram a produção no último dia 3. O documentário é um retorno às origens de Luiz Fitarelli e uma inspiração para quem aprecia a conservação da história e das memórias da imigração italiana. O filme narra a rotina do protagonista Fitarelli durante 17 dias, com imagens captadas em Garibaldi, na serra gaúcha, e nas cidades italianas de Lentiai, Marostica, Canal San Bovo e Padova. Apaixonado por antiguidades desde os 12 anos, Fitarelli coleciona objetos que, hoje, chegam a milhares, e construiu, no interior de Garibaldi, uma autêntica vila do fim do século XIX, que inclui uma capela, estábulos e moinho com roda de água.
Emocionado para a pré-estreia do filme, o diretor Boca Migotto reforçou a importância da validação da memória da região e elogiou a manutenção dos prédios históricos na rua Buarque de Macedo, agradecendo a oportunidade de fazer a distribuição do trabalho ao ar livre. O protagonista do documentário, Luiz Fitarelli, também expressou sua valorização por manter viva a história contada de pai para filho. “Todos estes prédios históricos teriam histórias para contar”, disse, em meio ao Centro Histórico do município. Ele também agradeceu a compreensão da família tanto durante os anos de construção da Villa quanto nas gravações da produção. “Espero que, daqui muitos anos, todos ainda saibam a história da imigração italiana”, concluiu. A importância de se preservar e manter a história, memória e cultura da imigração, seja na arquitetura ou em produções como o documentário, também foi destaque no pronunciamento do vice-prefeito, Antonio Fachinelli.
Com estreia comercial no último dia 8, garibaldenses e visitantes puderam presenciar em primeira mão uma produção com jeito e paisagens serranas, que promete ser destaque em cinemas por todo o Brasil. Pra ficar na história é uma produção da Epifania Filmes e da Teimoso Filmes e Artes, em coprodução com Globo Filmes e GloboNews. O filme tem produção executiva de Fabiano Florez e Mariana Mêmis Müller e distribuição de Tathiana Mourão, da Pipoca & Filmes. Trailers e mais informações estão disponíveis na página fb.me/praficarnahistoriafilme. A exibição em Garibaldi contou com o apoio da prefeitura, por meio da secretaria de Turismo e Cultura. A atividade também integrou o calendário do Mês da Mulher 2018.