Cresce o número de amostras inscritas na Avaliação de Vinhos

Município: Estado

Neste ano serão, degustadas 335 amostras de 59 empresas, superando os números das quatro últimas edições CRÉDITO: JEFERSON SOLDI/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Neste ano serão, degustadas 335 amostras de 59 empresas, superando os números das quatro últimas edições CRÉDITO: JEFERSON SOLDI/DIVULGAÇÃO/CIDADES

As expectativas para a 25ª Avaliação Nacional de Vinhos – Safra 2017 são as melhores possíveis. Isso porque o principal evento do setor vitivinícola brasileiro recebeu inscrições de 335 amostras oriundas de 59 empresas, localizadas sem seis diferentes estados. São os números mais expressivos das últimas quatro edições. Agora, a Associação Brasileira de Enologia (ABE), promotora do evento, prepara-se para dar início à coleta dos vinhos diretamente nas vinícolas, trabalho executado por enólogos associados à entidade e profissionais da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Uva e Vinho, responsável pela coordenação técnica.
O presidente da ABE, enólogo Edegar Scortegagna, acredita que as amostras irão atestar a qualidade da safra 2017, que teve bom desempenho em diversas regiões produtoras. “Ao que tudo indica, as uvas colhidas neste ano darão origem a vinhos e espumantes de excelência”, destaca. “Anualmente, a avaliação indica as amostras mais representativas da safra e, de certo modo, orienta as vinícolas sobre suas prováveis apostas para o mercado”, acrescenta Scortegagna.
Após a etapa de coleta, nos estados da Bahia, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, cerca de 120 enólogos participarão da Degustação de Seleção no Laboratório de Análises Sensoriais da Embrapa Uva e Vinho, durante o mês de agosto. Eles vão avaliar cada amostra às cegas, ou seja, sem saber a qual empresa pertencem os exemplares. O resultado deste minucioso trabalho será anunciado no dia 23 de setembro, quando 850 apreciadores estarão reunidos no Pavilhão E do Parque de Eventos de Bento Gonçalves, para conhecer a relação dos 30% mais representativos e degustar na taça uma seleção de 16 amostras.
Em 24 safras, a Avaliação Nacional de Vinhos já apreciou 5.522 amostras e reuniu 15.467 degustadores. O evento é reconhecido por sua proximidade com a cadeia produtiva da uva e do vinho, contribuindo para que a produção do vinho brasileiro evolua em qualidade, tecnologia e reconhecimento.