Ampliação da escola municipal Sete de Setembro é inaugurada em Caxias do Sul

Município: Caxias do Sul

Nova estrutura vai criar 324 novas vagas para Educação Infantil e Ensino Fundamental CRÉDITO: PETTER CAMPAGNA KUNRATH/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Nova estrutura vai criar 324 novas vagas para Educação Infantil e Ensino Fundamental CRÉDITO: PETTER CAMPAGNA KUNRATH/DIVULGAÇÃO/CIDADES

A secretaria municipal da Educação (Smed) entregou à comunidade de São Luiz da 6ª Légua as obras de ampliação da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Sete de Setembro. A cerimônia ocorreu na manhã da última sexta-feira, dia 7 de julho, e contou com a presença do prefeito Daniel Guerra, de secretários municipais, de vereadores e da comunidade escolar. Com o novo prédio, a escola ganhará mais cinco salas de aula, um banheiro, cobertura de ligação com o prédio já existente, reformulação do acesso principal e novo cercamento, em um total de 432 metros quadrados de área construída. O investimento foi de R$ 738.939,32 com recursos próprios do município. O projeto foi desenvolvido pelo setor de Infraestrutura da Smed, com o apoio da secretaria municipal do Planejamento (Seplan).
“É um momento de celebração que confirma o compromisso da administração de fazer mais e melhor. Quero destacar aqui o esforço da comunidade escolar para que essa obra acontecesse. Quando assumimos em janeiro, não paramos em nenhum momento esse trabalho e reafirmamos o compromisso de entregar essa escola tão importante à comunidade”, afirmou o prefeito. O espaço ganhou mobiliário e começará a receber alunos no próximo ano letivo. “Nós precisamos respeitar o calendário escolar, que exige o cumprimento de 200 dias letivos no ano. Tentamos calcular se seria possível cumprir a norma tendo aulas de segunda-feira a sábado até o fim do ano. Mas, mesmo assim, não conseguiríamos atingir o que determina a lei. Por isso, as novas turmas serão recebidas em 2018. Vamos utilizar esse período para realizar um estudo de demanda da região, definindo quais turmas serão abertas na escola”, explicou a secretária da Educação, Marina Matiello.
Atualmente, a Sete de Setembro atende 274 estudantes da Educação Infantil e do 1º ao 9º ano. São 32 professores e seis funcionários. Com a inauguração, a escola passará a ter 1.216,6 metros quadrados de área construída, em um total de 10 salas de aula, além de laboratório de informática, biblioteca, sala de recursos, cozinha, refeitório, sala dos professores, banheiros e secretaria. “Era uma demanda antiga pelo crescimento do bairro. Tinha uma cobrança grande da comunidade. Com essas novas 324 vagas, vamos conseguir atender à nossa demanda de Educação Infantil e Ensino Fundamental”, comemorou a diretora da escola, Simone Baratto.
Mutirão atende os microempreendedores individuais
Orientar microempreendedores individuais (MEIs) que estão inadimplentes e apresentar alternativas para eles saírem dessa situação é a intenção de um mutirão que começou a ser realizado pela secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Emprego
(Sdete) de Caxias do Sul. Durante o trabalho, as equipes da Sdete se disponibilizaram a auxiliar os empreendedores no acesso ao Portal da Receita Federal, esclarecendo dúvidas e trazendo orientações sobre o programa de parcelamento de débitos. Esse programa é uma iniciativa do governo federal que possibilita o parcelamento das dívidas acumuladas em até 120 prestações. O prazo para solicitar esse parcelamento termina no dia 2 de outubro.
Até junho deste ano, 21.448 MEIs foram cadastrados em Caxias do Sul. Em todo o País, o número supera a marca de 7 milhões, mas o percentual de inadimplência chega a 60%. Além de estar inadimplente com o Fisco, o MEI com boletos atrasados corre o risco de não ter acesso a direitos previdenciários, como auxílio-doença, salário-maternidade e aposentadoria por invalidez. Cada benefício exige um tempo de carência, ou seja, um tempo mínimo de meses de contribuição, e a contagem da carência se inicia apenas a partir do pagamento da primeira contribuição sem atraso.
“Organizamos o mutirão para alertar sobre a importância desses empresários estarem em dia com os impostos e para evitar que eles fiquem sem os benefícios. O parcelamento das dívidas é uma alternativa aos MEIs e nós estaremos a postos na Sdete para orientá-los e atendê-los”, conta Angela de Almeida, gerente de Desenvolvimento Econômico da Sdete. O mutirão é realizado na Sdete, de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h. A secretaria fica na rua Pinheiro Machado, nº 1.276, no 6º andar.