Ampliação de horto medicinal de Vila Maria é inaugurada em Santo Isidoro

Município: Vila Maria

Relógio do Corpo Humano relaciona o funcionamento de órgãos e plantas medicinais CRÉDITO: EMATER-RS/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Relógio do Corpo Humano relaciona o funcionamento de órgãos e plantas medicinais CRÉDITO: EMATER-RS/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Após pouco mais de dois anos de criação, foi inaugurada a ampliação do Horto Medicinal Farmácia Viva, na comunidade Santo Isidoro, em uma solenidade realizada recentemente. A novidade é que agora o espaço conta com o Relógio do Corpo Humano, uma estrutura composta de diversas plantas e faz a relação entre o funcionamento dos principais órgãos do corpo humano com seus horários de pico de funcionamento e as plantas medicinais que têm ação farmacológica sobre eles.
De acordo com o chefe do escritório municipal da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-RS) de Vila Maria Ivan Pasa, o objetivo do projeto é tornar o espaço do horto ainda mais didático e autoexplicativo, visando multiplicar conhecimentos. “Por meio dessa metodologia, é possível orientar sobre a localização e o funcionamento dos principais órgãos do corpo humano, oportunizando uma reflexão sobre os hábitos de vida, as escolhas comportamentais e os cuidados básicos de saúde, conhecendo e identificando as plantas inseridas no horto e as utilizando de forma correta e segura”, explicou. Além disso, ele ressalta a característica didática do horto, como um espaço para observação e pesquisa.
O Relógio do Corpo Humano é baseado na medicina tradicional chinesa. “Na prática, segundo a medicina chinesa, em casos agudos, se quiséssemos tratar um doente com o máximo de êxito, seria preciso, na medida do possível, fazê-lo nas horas propícias, em que o órgão a ser tratado estiver no seu pico energético. Porém, como o trabalho da Emater com plantas medicinais é focado na identificação correta e o uso adequado, principalmente voltado para a prevenção a doenças e manutenção da saúde integral, isso se torna irrelevante. Queremos utilizá-lo como espaço didático, em especial para identificação das plantas. O relógio é apenas mais uma informação”, explica a extensionista social da Emater do município Lisiana Anderson Ramos.
O Horto Farmácia Viva, nome dado pelos alunos da rede municipal de ensino e referendado pela comunidade, tem 65 metros quadrados e está localizado ao lado da última escola rural do município, a Escola Municipal Padre Calógero Tortoricce. Ele conta com 50 plantas medicinais devidamente identificadas e é fruto de uma parceria entre Emater, prefeitura e Escola Municipal Padre Calógero Tortoricce e dos patrocinadores.
Participaram da solenidade o prefeito Maico Serafini Betto, o vice-prefeito Adroaldo Sebem, a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais Marilice Demarco, a coordenadora do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Isolete Colet, o presidente da câmara de vereadores Pedro Augusto Stail, secretários, imprensa, comunidade e a equipe da Emater. Grupos interessados em conhecer o local podem agendar visitas com a equipe do escritório da Emater, pelo telefone (0xx54) 3359-1101 ou pelo e-mail emvmaria@emater.tche.br.