Evento na travessa São Sebastião, em Venâncio Aires, conta com exames gratuitos

Município: Venâncio Aires

Atividade foi realizada em uma parceria entre a Aapot e a secretaria de Saúde CRÉDITO: PREFEITURA MUNICIPAL DE VENÂNCIO AIRES/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Atividade foi realizada em uma parceria entre a Aapot e a secretaria de Saúde CRÉDITO: PREFEITURA MUNICIPAL DE VENÂNCIO AIRES/DIVULGAÇÃO/CIDADES

No dia 8 de fevereiro, a cidade recebeu a visita de representantes da Associação de Assistência a Pacientes Oncológicos e Transplantados (Aapot), que promoveu em parceria com a secretaria de Saúde, um evento na travessa São Sebastião com a realização de exames rápidos gratuitamente e entrega de material informativo referente a prevenção de vários tipos de câncer, como de mama, próstata, colo e útero.
Foram realizados exames como a verificação do nível de glicose no sangue e também de monitoramento de pressão, e, através do resultado instantâneo, as profissionais indicavam medidas a serem adotadas pelos pacientes que estivessem com o algum dos exames alterados. Porém, o objetivo principal da visite da Aapot foi apresentar o trabalho feito pela associação instalada em Santa Cruz do Sul e que atua sem fins lucrativos, sendo mantida por doações da comunidade e de empresas que apoiam o trabalho assistencial.
Segundo a assessora de comunicação da associação Janaína Silva, a equipe conta hoje com cerca de 15 funcionários que atuam em prol de pacientes que passam por processo oncológico, que representam mais de 90% dos casos, e transplantados, que representam a minoria dos atendimentos. Atualmente, a associação possui cerca de 500 cadastrados.
Janaina disse, ainda, que a associação oferece Casa de Hospedagem, disponibilizando aos hóspedes ampla infraestrutura, alimentação, atividades ocupacionais, horta, atendimento psicológico e o direito de levar consigo um acompanhante. A equipe ainda dispõe de medicação, suplementos alimentares, fraldas, cesta básica, atendimento com assistente social, orientação jurídica e empréstimos de cadeiras de rodas. Interessados em colaborar com a Aapot, podem ajudar divulgando o trabalho, doando alimentos e utensílios domésticos ou fazendo doação espontânea através de depósito bancário.

 

Sistema informatizado de saúde chega aos agentes comunitários de Venâncio Aires

Município: Venâncio Aires

Método já é realidade para o grupo que atua no posto de Equipe de Saúde da Família do bairro Santa Tecla CRÉDITO: DANIELA RUPPENTHAL/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Método já é realidade para o grupo que atua no posto de Equipe de Saúde da Família do bairro Santa Tecla CRÉDITO: DANIELA RUPPENTHAL/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Os agentes comunitários de saúde (ACS) do município estão sendo integrados ao sistema informatizado de dados da rede pública de saúde. Conforme a secretaria municipal da Saúde, as fichas preenchidas manualmente em papel estão sendo substituídas por tablets, distribuídos a cada profissional da área. O método informatizado já é realidade para o grupo de agentes que atua no posto de Equipe de Saúde da Família (ESF) do bairro Santa Tecla. Ao longo dos próximos meses, o equipamento estará disponível para todos os 54 ACS do município.

As primeiras semanas de uso do tablet foram discutidas em reunião no dia 19 de agosto, no ESF Santa Tecla. A chegada do equipamento foi bem recebida pelo grupo que atua no local, já que permite a integração imediata das informações coletadas em cada visita domiciliar ao banco de dados da secretaria municipal da Saúde. Antes deste recurso, os questionários eram preenchidos em folhas de papel e transcritos manualmente para os computadores. A novidade vai atingir também aos agentes que atuam nas ESFs Macedo, Caic, Tabalar, Gressler e Mariante, bem como aos profissionais que atuam em áreas não abrangidas pelas equipes de saúde da família.
Os tablets dispõem de cadastro individual dos pacientes, questionário aos usuários da rede pública de saúde, com informações individuais, sociodemográficas e sobre os imóveis em que residem. O sistema permite o preenchimento de ficha completa de visita domiciliar, que visa ao acompanhamento especial quanto à situação de saúde em casos de hipertensos, diabéticos, asma, hanseníase, tuberculose, desnutrição, gestantes, recém-nascidos, câncer, uso de álcool ou drogas, entre outras informações.
Conforme o servidor público municipal responsável pela implantação, Selso Luís da Rosa, os dados processados pelos ACS nos tablets são transmitidos diretamente ao sistema informatizado da rede pública de saúde da cidade. O advento permite que os profissionais, em cada unidade de saúde, possuam um diagnóstico cada vez mais completo e preciso, com informações esmiuçadas sobre as condições de saúde e moradia do paciente e seu histórico de atendimentos. Este diagnóstico busca propiciar um atendimento mais específico e preciso às necessidades de cada usuário da rede de saúde.
Segundo Rosa, o uso dos tablets é mais um passo na informatização total do sistema de saúde do município. Ele destaca que todas as unidades de saúde, inclusive do interior, já estão interligadas no sistema próprio de gestão da pasta. O servidor frisa que o último passo é a implantação integral do prontuário médico eletrônico, que já está disponível nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), em todos os postos do tipo ESF e nas unidades de saúde de Centro Linha Brasil, Vila Deodoro e Vila Teresinha.
Os agentes comunitários de saúde são moradores das comunidades que atendem, sendo os responsáveis pelo diagnóstico inicial das demandas de saúde de cada região. Sua ação, através de visitas domiciliares, busca encontrar soluções para famílias afetadas por problemas causados por situações como moradia com problemas de saneamento básico, exclusão social, violência intrafamiliar e uso de drogas.
Já a implantação do atendimento com o uso de tablets faz a cidade aderir cada vez mais ao e-SUS AB (sigla para Atenção Básica), cumprindo exigência do Ministério da Saúde. O programa objetiva reestruturar os sistemas de informação de saúde e ampliar a atenção básica à população, oferecendo atendimento mais qualificado e prevenindo doenças através de um amplo leque de informações disponibilizadas aos profissionais que atendem na rede pública de saúde em cada município.

 

Sala do Empreendedor de Venâncio Aires vai oferecer visitas de orientação

Município: Venâncio Aires

Novidade irá alterar o horário de funcionamento do local, que terá expediente de segunda a quinta-feira CRÉDITO: PREFEITURA MUNICIPAL DE VENÂNCIO AIRES/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Novidade irá alterar o horário de funcionamento do local, que terá expediente de segunda a quinta-feira CRÉDITO: PREFEITURA MUNICIPAL DE VENÂNCIO AIRES/DIVULGAÇÃO/CIDADES

A secretaria municipal do Desenvolvimento Econômico, através da Sala do Empreendedor, vai ofertar visitas de orientação nas micro e pequenas empresas e a microempreendedores individuais (MEIs). A medida é focada no incentivo à formalização e capacitação nos empreendimentos. A novidade vai causar mudança no atendimento da sala, localizada na esquina das ruas Osvaldo Aranha e Sete de Setembro. O local não abrirá mais às sextas-feiras; o expediente com atendimento ao público se dará de segundas a quintas-feiras, das 8h às 12h e das 13h30min às 16h30min.
Segundo o agente de desenvolvimento da secretaria, Cristiano Kaufmann, as visitas serão feitas a empresas que já encaminharam pedidos em busca da formalização, mas ainda aguardam o desfecho dos trâmites burocráticos. De acordo com Kaufmann, o processo de legalização gera muitas dúvidas, o que motivou a decisão de realizar visitas in loco, para esclarecer os procedimentos e acelerar o processo de formalização. Também serão acompanhadas empresas já estabelecidas formalmente, para verificar a evolução dos trabalhos e oferecer qualificações voltadas à gestão e outras demandas apresentadas pelos empresários.
A listagem das empresas que serão percorridas já está sendo finalizada, sob responsabilidade de Kaufmann e da também agente de desenvolvimento Marla Oliveira, que coordena a Sala do Empreendedor. A dupla, que atua diariamente no espaço, será responsável pela agenda semanal de visitações. “É uma iniciativa inédita em Venâncio Aires. Mais uma vez, o município larga na frente, com esta estratégia de aproximar o poder público das empresas”, opina o agente de desenvolvimento. “Estamos aplicando ferramentas para que os empreendimentos se mantenham sólidos, sem risco de encerrar atividades por falta de orientação ou capacitação”, completa.
O secretário Hélio Lawall entende a decisão de acompanhar de perto os procedimentos como uma forma de esclarecimento aos empresários. Lawall ressalta que a fiscalização orientadora representa o cumprimento de mais um dos capítulos constantes no Plano de Desenvolvimento Local (PDL) da cidade. “Queremos fomentar o desenvolvimento de nossos empreendedores através da formalidade”, aponta o secretário. “A operação das empresas dentro da legalidade propicia melhores métodos de gestão e prospecção de novos negócios, beneficiando os próprios empresários e o município, através da arrecadação revertida em prol de serviços à população”, encerra.
Iniciada em 2012, a Sala do Empreendedor já foi responsável pelo registro de mais de mil microempreendedores individuais. O serviço, que opera com apoio do Sebrae/RS, foi um dos primeiros ofertados à população dentro da implantação da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas em Venâncio Aires. Além de presencial, o contato pode ser feito pelo telefone (0xx51) 3983-1007 ou através do e-mail desenvolvimentoeconomicopmva@gmail.com.

 

Hortas se multiplicam em Venâncio Aires pelas mãos dos Guardiões Ambientais

Município: Venâncio Aires

Projeto visa trabalhar a educação nutricional entre os alunos CRÉDITO: DANIELA RUPPENTHAL/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Projeto visa trabalhar a educação nutricional entre os alunos CRÉDITO: DANIELA RUPPENTHAL/DIVULGAÇÃO/CIDADES

O Projeto Guardião Ambiental, desenvolvido com alunos de 6º a 9º anos de nove escolas municipais de Ensino Fundamental, quer ampliar a construção de hortas escolares na cidade. Criado com o objetivo de envolver jovens estudantes no papel de embaixadores de proteção à natureza, o projeto entra no seu segundo ano com a meta de incentivar a criação de composteiras orgânicas e hortas, além de desenvolver a educação nutricional nas escolas.
Recentemente, a Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Alfredo Scherer foi a primeira a receber a visita dos guardiões. Acompanhados dos secretários municipais de Agricultura, Educação e Meio Ambiente, que lideram o projeto, e do gerente local da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), empresa patrocinadora, o grupo levou sementes, mudas e insumos para iniciar o plantio na escola. Com espaço amplo, no terreno foram plantados repolho, couve-flor, brócolis e alface. De acordo com a diretora do educandário, Ionara Raquel Bencke, o objetivo é, principalmente, trabalhar a educação nutricional entre os alunos, incentivando-os a comer alimentos saudáveis e ampliar esse hábito para as famílias. “Depois de utilizarmos aqui na escola, se nossa horta tiver excedente, os alunos poderão levar também para casa”, destaca a diretora. O local passou a contar ainda com composteira orgânica, onde os alunos podem trazer de casa os rejeitos e lixo orgânico para a manutenção da mesma.
A secretária municipal do Meio Ambiente, Mara da Silva, explica que o projeto incentiva ideias simples e úteis de educação ambiental, que podem ser realizadas nas escolas, mas também em casa. “As hortas reúnem a agricultura sustentável, alimentação saudável e reciclagem de materiais, além de serem ações concretas e visíveis aos nossos alunos”, destaca. Com cinco escolas participantes no primeiro ano, o projeto Guardião Ambiental ampliou sua atuação para nove escolas em 2016. Cada educandário possui um núcleo com cerca de 15 guardiões, liderados por alunos que ocupam cargos de presidente, vice-presidente e secretário. Estes frequentam reuniões mensais sobre educação ambiental e apresentam para as secretarias municipais o resultado da atuação de seus núcleos em cada localidade.
Com a expansão para nove escolas integrantes do Projeto Guardião Ambiental, ao todo 15 escolas municipais passarão a contar com hortas escolares ativas na cidade. O secretário da Agricultura e engenheiro agrônomo Anduir Lenhardt lembra que, independente do espaço físico disponível, podem ser desenvolvidas diferentes técnicas de plantio. A nutricionista da secretaria de Educação, Luana Ferreira Gomes, acrescenta que as hortas escolares sempre são incentivadas. “Desde a Educação Infantil, acreditamos que a confecção de hortas e pomares desperta valores de proteção à natureza, alimentação saudável e convívio social”, destaca.

 

Eventos especiais conscientizam a população sobre o diabetes em Venâncio Aires

Município: Venâncio Aires

A melhor maneira de detectar a doença é através da dosagem da glicemia, exame feito em jejum CRÉDITO: FABIO RODRIGUES/DIVULGAÇÃO/CIDADES

A melhor maneira de detectar a doença é através da dosagem da glicemia, exame feito em jejum
CRÉDITO: FABIO RODRIGUES/DIVULGAÇÃO/CIDADES

A secretaria da Saúde e o Lions Clube Melvin Jones promovem dois eventos neste fim de semana para lembrar a passagem do Dia Mundial do Diabetes, comemorado em 14 de novembro. Considerada uma das doenças que mais crescem no Brasil, a diabetes pode ser silenciosa e é recorrente especialmente em pessoas com mais de 65 anos.

Para divulgar os perigos da doença e a importância da prevenção e controle, uma caminhada acontece nesta sexta-feira, dia 13, a partir das 9h. Organizada pelo Lions Melvin Jones, a caminhada iniciará na Praça Henrique Bender e seguirá pelo centro da cidade até a Praça da Matriz. Com cartazes e folhetos, o objetivo é alertar a população para os perigos da diabetes.
Já no sábado, 14, a partir das 8h, no Largo do Chimarrão, acontece uma feira de saúde em parceria entre a secretaria de Saúde, Lions Melvin Jones, Hospital São Sebastião Mártir e curso técnico de Enfermagem da Escola Erico Verissimo. Na oportunidade, serão realizadas ações como testes de glicemia, verificação de pressão arterial, orientações nutricionais, encaminhamentos e pesagens como medida preventiva à doença. A feira segue até o final da manhã.
Atualmente, a secretaria municipal de Saúde conta com 380 diabéticos cadastrados na rede pública, que retiram insulina mensalmente na Farmácia Municipal. No entanto, a administração acredita que o número de doentes seja bem maior, já que estatísticas mostram que a cada duas pessoas que tem a doença, uma ainda não sabe. O Dia Mundial do Diabetes foi criado em 1991 pela International Diabetes Federation (IDF) em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma resposta ao crescente número de casos em todo o mundo.