Agentes de saúde visitam área urbana para vistoriar e alertar sobre a dengue em Tio Hugo

Município: Tio Hugo

Agentes definem estratégias das vistorias que serão feitas nos bairros  CRÉDITO: PREFEITURA MUNICIPAL DE TIO HUGO/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Agentes definem estratégias das vistorias que serão feitas nos bairros
CRÉDITO: PREFEITURA MUNICIPAL DE TIO HUGO/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Dos dias 9 a 12 de novembro, uma equipe formada pelas agentes comunitárias de saúde de Tio Hugo e por agentes de endemias da 6ª Coordenadoria Regional da Saúde de Passo Fundo visitou residências na área urbana vistoriando e alertando os moradores sobre a iminência da dengue com a chegada do verão. As visitas técnicas fazem parte do LIRAa, que é o Levantamento de Índices Rápidos do Aedes Aegypti, que pretende mapear a área urbana do município e pontos estratégicos em busca de focos de procriação do mosquito transmissor da dengue, da Febre Chikungunya e do Zika Vírus.

De acordo com a secretaria municipal de Saúde foram vistoriados 204 imóveis em diferentes regiões da cidade. As equipes volantes descobriram sete pontos de água parada com aparecimento de larvas. O material foi enviado para a 6ª Coordenadoria de Saúde de Passo Fundo que analisou as amostras atestando negativo para o mosquito Aedes Aegypti.
Mesmo com a ausência de focos de procriação do mosquito transmissor da dengue, a secretaria de Saúde está chamando a atenção da comunidade para fiscalizar possíveis reservatórios com água parada nos pátios das residências e em locais próximos. É importante ressaltar, que em maio deste ano, Tio Hugo foi considerado infestado pelo Aedes Aegyti, pois foram encontradas larvas do mosquito em diversos bairros. Este fato mobilizou a equipe da secretaria.
A participação da comunidade também foi fundamental para que o LIRAa fosse concluído com resultados satisfatórios. A secretaria de Saúde agradece o apoio dos técnicos da 6ª Coordenadoria Regional de Saúde de Passo Fundo e o empenho das agentes de saúde na execução deste importante trabalho de prevenção e de coleta de larvas, levando em consideração que o mapeamento e o descobrimento dos focos é o único meio de acabar com a dengue e as outras doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti. O secretário de Saúde, Décio Wiedthauper, também faz um agradecimento a quem abriu as portas de suas casas, permitindo que o trabalho pudesse ser realizado.

 

Cidade faz mutirão para eliminar focos do mosquito da dengue

Município: Tio Hugo

A vigilância Sanitária de Tio Hugo alerta para que todos os moradores façam a sua parte no combate ao mosquito da dengue no município. Atitudes simples podem fazer toda a diferença no combate ao Aedes Aegypti, mosquito transmissor da doença. A atenção da população é fundamental para eliminar os focos que podem potencializar a criação do mosquito. É importante prestar atenção em lixos, que muitas vezes passam despercebidos, como latas de alumínio, embalagens plásticas, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos. O perigo muitas vezes está dentro de casa em vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, entre outros.