Projeto promove atividades para crianças na primeira infância em Lajeado e Taquari

Município: Lajeado, Taquari

Festival dos Pitocos vai promover momentos de contato com a arte de maneira lúdica e prazerosa CRÉDITO: KÁTIA BRESSANE/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Festival dos Pitocos vai promover momentos de contato com a arte de maneira lúdica e prazerosa CRÉDITO: KÁTIA BRESSANE/DIVULGAÇÃO/CIDADES

O Festival dos Pitocos, que acontece neste sábado e domingo em Taquari (na Lagoa Armênia) e nos dias 15 e 16 de julho em Lajeado (no Parque dos Dick), surge para atender um público singular: crianças ainda na primeira infância e suas famílias. Existem diversas opções de entretenimento infantil, porém, nem todas respeitam o ritmo, o olhar e o foco das crianças na faixa etária de zero a seis anos. Esse projeto busca oferecer um ambiente que respeite as necessidades dos pequenos e de seus familiares, possibilitando a troca efetiva de afetos e experiências em diferentes manifestações artísticas, como teatro, dança, literatura e música, possibilitando o contato de crianças com seu primeiro evento cultural.
O festival colabora, desta maneira, para a formação dos pequenos, criando o hábito de participar de atividades culturais, contribuindo para o desenvolvimento de suas relações sociais e familiares, funções cognitivas, maturidade emocional e aprimoramento de linguagem. A ideia nasceu das atrizes e produtoras culturais Ágata Baú e Juliana Brondani, a partir de uma constatação pessoal: a falta de opções de entretenimento infantil para suas filhas, ambas na faixa etária que o projeto pretende atender.
Muitas ofertas de entretenimento para esse público são de atrações televisivas, que isolam a criança do contato social e de produtos culturais genuinamente produzidos com linguagem local, que resgatam folclore, cantigas, lendas, hábitos e costumes da cultura popular. Assim, serão oferecidas atrações que prezem pela pesquisa de linguagem e abordagem pedagógica adequada ao público infantil, contribuindo para a oferta de estímulos positivos.
A cenografia do festival vai levar ares lúcidos aos locais, durante dois dias de atividades em cada cidade, com programação totalmente gratuita, em espaços nos quais todos serão convidados a participar. Espetáculos de artes cênicas e música; atividades literárias; e debates sobre educação, cultura, entretenimento e políticas públicas especiais para crianças serão oferecidos em Lajeado e Taquari (edição contemplada pelo edital Pró-Cultura-RS – Fundo de Apoio à Cultura (FAC) Regional da secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer) e Porto Alegre (edição a ser realizada no Shopping Total nos dias 15 e 16 de outubro) aproveitando locais já utilizados pela população para momentos de lazer.
O Festival dos Pitocos levará atrações produzidas em Porto Alegre para o público do interior do Estado, proporcionando aos pequenos espectadores momentos de contato com a arte de maneira lúdica e prazerosa. A curadoria do festival selecionou espetáculos capazes de oferecer estímulos positivos ao desenvolvimento das crianças, contribuindo para sua familiarização com experiências artístico-culturais, atuando no desenvolvimento de plateias e estimulando a circulação e a fruição de produtos culturais desenvolvidos por artistas e grupos gaúchos.
Na programação de fim de semana em cada local, com abertura no sábado, às 14h, e encerramento no domingo, às 18h, estarão espetáculos como Tóin, com a Muovere Cia. de Dança; Cantos de Linho, de Lã, poemas de Dilan Camargo e direção de Liane Venturella; Cuidado que Ronca, com o grupo Cuidado que Mancha; além do Projeto Kombina, leitura e contação de histórias, coordenado pela escritora
Christina Dias. O projeto marca também o lançamento da produtora B B Projetos Culturais, na qual as amigas e parceiras de trabalho desenvolvem estratégias culturais para marcas e artistas atingirem resultados por meio de projetos criativos e éticos.

 

Prefeitura de Taquari entrega material escolar para rede municipal

Município: Taquari

Escolas receberam os kits na última semana CRÉDITO: PREFEITURA MUNICIPAL DE TAQUARI/DIVULGAÇÃO/JC

Escolas receberam os kits na última semana CRÉDITO: PREFEITURA MUNICIPAL DE TAQUARI/DIVULGAÇÃO/JC

A equipe da secretaria de Educação esteve mobilizada na última semana, realizando a entrega de kits de material escolar para os mais de dois mil alunos matriculados nos educandários pertencentes à rede municipal de ensino. Segundo a pasta, o investimento da administração ultrapassa a os R$ 150 mil.
A programação começou às 8h, quando os estudantes da escola Fundamental Emílio Schenk já esperavam no pátio pela visita dos representantes taquarienses. Animados com os novos itens que usarão em sala de aula durante todo o ano letivo, os alunos receberam maletas contendo cadernos, lápis de cor, estojo, lápis, cola, entre outros objetos.
Presente na cerimônia ao lado de funcionários da secretaria de Educação e do titular da pasta, Cassius Antônio da Rosa, o prefeito Emanuel Hassen de Jesus entregou simbolicamente os materiais à aluna Andressa Crestani, do 7º ano. Hassen salientou em seu discurso o acréscimo que a educação de Taquari terá. “Sabemos o quanto isso é importante, não só para vocês e para suas famílias, mas para a qualidade de nosso ensino. Faço questão de dizer que nada disso é um presente ou uma benfeitoria, mas um direito”, destacou.
Logo após a Emílio Schenk, foi a vez de as turmas da escola Osvaldo Ferreira Brandão, no bairro Prado, receberem seus materiais. Na porta de entrada, onde ocorreu o ato de entrega dos kits, estava Marinês Soares da Silva, mãe do pequeno Luís Ernesto Silva Pacheco, de sete anos. Sorridente e ansiosa, ela ressaltou o reflexo positivo dos utensílios escolares no orçamento da família.
Os educandários do interior do município também foram visitados pela equipe da secretaria de Educação, como a Timótheo Junqueira dos Santos, no Rincão São José; a Pedro Pereira Machado, na localidade de Amoras; a Álvaro Haubert, em Fazenda Pereira; e a Dom Pedro, em Carapuça. As escolas municipais de Educação Infantil não ficaram de fora. Durante a noite, ganharam kits as Emeis Nossa Senhora das Graças, no Rincão São José; Vó Laura, na Colônia Vinte de Setembro; Casa da Criança, no bairro Leo Alvim Faller; e Coqueiros.

Prazo para pagamento do IPTU com desconto é prorrogado

Os contribuintes ganharam um prazo maior para quitar os débitos referentes ao Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de 2016. A administração municipal estendeu para o próximo dia 7 de abril a data de vencimento do tributo na cota única, com 25% de desconto. O pagamento do imposto parcelado também teve as datas prorrogadas.
Conforme o secretário de Administração e Recursos Humanos, Cláudio Roberto dos Santos, a prorrogação possibilita mais comodidade e tempo hábil para os contribuintes retirarem seus carnês, atualizarem suas informações no cadastro da prefeitura, se necessário, e fazerem o pagamento aproveitando o prazo de desconto na cota única. “É uma medida que encontramos para que o cidadão tenha tempo de usufruir desse benefício”, afirma Santos.
Quem preferir dividir o pagamento do imposto não receberá o desconto de 25%, mas, em contrapartida, terá a oportunidade de parcelamento em até três vezes. Ainda segundo Santos, é importante que a comunidade fique atenta e compareça à prefeitura para ficar em dia com o município. “Ressaltamos e frisamos a importância de a população estar com a situação regularizada e com seu cadastro atualizado. Às vezes a espera na fila se torna cansativa pelo fato de que muitos contribuintes não estão com seus dados registrados corretamente em nosso sistema”, diz o secretário.
Nas situações em que é necessária a atualização cadastral, o proprietário do imóvel deve apresentar CPF e identidade. Em casos em que o imóvel esteja cadastrado no nome de um proprietário que tenha falecido, é necessária a apresentação dos documentos de partilha ou certidão de óbito e CPF, identidade e comprovante de residência do(s) herdeiro(s). O setor de cadastro segue atendendo à população no centro administrativo, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h na parte da manhã e das 13h30min às 16h30min à tarde. Os carnês podem ser retirados na prefeitura ou impressos na internet, pelo site www.taquari.rs.gov.br.
Quem efetuou a retirada do carnê antes do anúncio da prorrogação do prazo e ainda não fez o pagamento pode comparecer ao setor de cadastro da prefeitura municipal para que seja emitido um novo boleto, com os prazos devidamente atualizados. “Esse caso se aplica tanto para o pagamento na cota única, com 25% de desconto, quanto para a opção de parcelamento,disponível em até três vezes”, finaliza Santos.
O carnê pode ser emitido pela internet, através do portal Serviços ao Cidadão, em http://e-cidadeonline.taquari.rs.gov.br. Até a data de vencimento, o imposto pode ser quitado em qualquer agência bancária ou lotérica. Após, o IPTU pode ser pago diretamente no caixa da prefeitura. Essa também é uma opção para pagamento antes do vencimento. O horário de atendimento externo vai das 8h15min às 12h e das 13h30min às 15h30min. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo e-mail iptu@taquari.rs.gov.br.

 

Material divulga as principais ações dos setores municipais de Taquari

Município: Taquari

Informativo reúne dados técnicas e institucionais para investidores, principalmente em gestão e infraestrutura CRÉDITO: LEONARDO ROSA/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Informativo reúne dados técnicas e institucionais para investidores, principalmente em gestão e infraestrutura
CRÉDITO: LEONARDO ROSA/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Na semana passada, a prefeitura iniciou a distribuição de um material informativo apresentando um levantamento de dados dos anos de 2013 e 2014. O material será distribuído em Taquari e também em todo o Rio Grande do Sul para entidades e empresas, com o objetivo é divulgar o município para outras cidades e apresentar as últimas conquistas e realizações de Taquari. O tema Desenvolvimento Econômico e Geração de Empregos vem sendo tratado como prioritário pela prefeitura e, diante de um cenário atual competitivo, a administração sentiu a necessidade de planejamento e de medidas que coloquem a cidade em condições de brigar por investimentos com outros municípios.

Nesse contexto, a administração busca estruturar os potenciais de Taquari para que a cidade se torne cada vez mais atrativa. Desde 2013, está em andamento a instalação de um Distrito Industrial junto ao trevo de acesso ao município. Já neste ano, Taquari foi incluída no Programa de Investimento em Logística (PIL), do governo federal, que aplicará mais de R$ 7 milhões no Terminal Naval Termasa. Para levar ao conhecimento do público esses e outros atrativos, a administração lançou o informativo, que reúne informações técnicas e institucionais voltadas a investidores, com dados sobre obras e investimentos realizados na cidade, principalmente nas áreas de gestão e infraestrutura.
“As empresas de outras cidades podem ver através dos dados apresentados que o nosso município cresceu e investiu em infraestrutura, podendo ser atrativa para futuros investimentos. Temos o projeto do Distrito Industrial em andamento, a instalação do Corpo de Bombeiros, ruas asfaltadas e investimentos no hospital. Só para citar alguns itens que podem ser atrativos para investidores que não conhecem Taquari ou que não têm acompanhado a evolução do município nos últimos anos”, explica o prefeito Emanuel Hassen de Jesus.
Conforme o prefeito, o material já devia ter sido criado há mais tempo, mas devido à competitividade com outras cidades, foram aguardadas asconclusões de algumas ações que potencializaram o município. “Sempre que participamos de feiras, reuniões e visitas em busca de investimentos, nós somos cobrados por uma apresentação mais consistente do município. Não tínhamos um material que nos colocasse em condições de igualdade com outras prefeituras, por isso resolvemos fazer esse investimento, que será uma importante ferramenta na busca do desenvolvimento e da geração de emprego”, afirmou Maneco.
O material produzido pelo departamento de imprensa da prefeitura reúne em 32 páginas um levantamento das principais ações de diversas áreas da administração municipal: finanças, qualificação da gestão, indústria e comércio, emprego e qualificação profissional, saúde, frota de veículos, parque de máquinas, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros, obras e serviços urbanos, planejamento, infraestrutura e pavimentação, Ejora, diálogo e comunicação, agricultura, desenvolvimento social, educação, cultura e turismo e esporte e lazer.
O informativo também já está à disposição da comunidade de forma gratuita, no departamento de imprensa, junto ao gabinete do prefeito, e na internet através do link: www.issuu.com/prefeituradetaquari/docs/informativo. “Ainda temos problemas no nosso município, mas também temos realizações a serem comemoradas e divulgadas. É normal colocarmos o foco nos problemas, mas devemos também relembrar as coisas que estão dando certo. Taquari tem motivos para orgulhar seus cidadãos e convidamos a todos para lerem o material com atenção e nos ajudarem a divulgar o que o nosso município tem de bom”, ressalta o prefeito.

 

Projeto amplia diálogo sobre os problemas de Taquari

Município: Taquari

Alguns alunos escreveram em folhas suas opiniões e salientaram suas expectativas perante a prefeitura CRÉDITO: IMPRENSA TAQUARI/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Alguns alunos escreveram em folhas suas opiniões e salientaram suas expectativas perante a prefeitura
CRÉDITO: IMPRENSA TAQUARI/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Desde 2013, a prefeitura tem percorrido diversas regiões do município promovendo o diálogo através do projeto Prefeitura na Rua. A iniciativa leva prefeito, vice-prefeito e secretários para conversar com a comunidade a cada 15 dias em um local diferente. O Prefeitura na Escola, no entanto, é uma variação do projeto que tem o objetivo de ouvir os estudantes a fim de esclarecer os problemas enfrentados no dia a dia.
“A gente só evolui a partir de uma crítica, por isso esse projeto é tão importante e tem sido um dos maiores sucessos desta gestão”, afirma o secretário-geral de Governo, Jacinto Marros, que organiza as edições do projeto.
O prefeito Emanuel Hassen esteve conversando com os alunos das escolas Barão de Antonina e Emílio Schenk, recentemente, sobre os problemas e as necessidades do município. Em julho deste ano, os estudantes destas escolas, somados aos alunos do instituto de educação Pereira Coruja e da escola Barão de Ibicuí, apresentaram ao Executivo e ao secretariado as principais demandas que viam como necessárias na cidade e em seus bairros.
Como uma forma e dar um retorno às apresentações, o prefeito iniciou, nesta semana, um ciclo de visitas nas escolas para apresentar aos alunos as ações que a prefeitura conseguiu realizar, os serviços que ficaram pendentes e o que ainda será feito. O diálogo foi aberto para que os estudantes pudessem questionar e ouvir as explicações sobre as situações que não puderam ser resolvidas pela prefeitura.
Para Marros, não há como se pensar no futuro do município sem a participação da juventude. “A atividade que ocorreu em julho nos apresentou um debate de excelente qualidade na nossa avaliação. Temos uma juventude de alta capacidade intelectual e que realmente estão preocupados com o município e com interesse em participar de atividades para busca do crescimento e do desenvolvimento da nossa cidade”, enfatizou o secretário.

 

Em seis edições, Feira Rural arrecadou mais de R$ 30 mil em Taquari

Município: Taquari

Realizado a cada 15 dias, projeto desenvolvido pela secretaria municipal da Agricultura e Emater está se consolidando como sucesso no município CRÉDITO:LEONARDO ROSA/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Realizado a cada 15 dias, projeto desenvolvido pela secretaria municipal da Agricultura e Emater está se consolidando como sucesso no município
CRÉDITO:LEONARDO ROSA/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Desde seu princípio, a parceria firmada entre produtores rurais e prefeitura está rendendo frutos em Taquari. A proposta da prefeitura, representada pela secretaria da Agricultura e pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), é trazer os produtos cultivados no interior para os grandes centros comerciais da cidade, aproximando-os da população e gerando ainda mais renda aos agricultores. Quinzenalmente, sempre aos sábados, na rua Vereador Praia, ao lado das Lojas Lebes, são comercializados verduras, legumes, pães, chimias, embutidos, cucas e artesanatos. O reflexo de tamanha variedade aparece de forma positiva nos números divulgados recentemente pela Emater. Entre os meses de maio e agosto, a Feira do Produtor Rural arrecadou mais de R$ 32 mil, valor que reúne produtos agrícolas e processados, que representam 50% da venda, e também artesanatos. Para o secretário da Agricultura, Romacir Martins, a união de todos traz apenas benefícios ao município. “Iniciativas assim aproximam o produtor do consumidor, oportunizando a compra da produção da cultura familiar de Taquari. O propósito principal é valorizar o setor agrícola”, destaca.
O evento é acompanhado pelo extensionista rural da Emater, Alberto Bischoff, que registra e organiza cuidadosamente dados, produtos e vendas de cada feirante. “As informações são importantes para avaliação e replanejamento, e ainda para tentar melhorar a oferta de produtos para o consumidor. É possível dizer, com base em relatos dos próprios feirantes, que a venda é 16 vezes maior do que a das outras feiras, antes realizadas em locais mais afastados. Sem contar que a variedade de produtos é enorme”, afirma.
Alberto, em nome da Emater, segue de perto o trabalho dos feirantes visitando periodicamente suas propriedades. “Vamos ao encontro dos produtores para incentivá-los a plantar mais. Sugerimos que utilizem um calendário e criem uma rotina de plantio, para ter continuidade de fornecimento. Não há dúvidas de que os fregueses estão satisfeitos com o local”, finaliza. O produtor Flávio Marques e sua esposa Luciana Prass Dias terminam o dia satisfeitos com o resultado da feira. “O local é centralizado, se torna mais fácil para os clientes aproveitarem. Antes, nós não tínhamos essa oportunidade de vender em uma feira desse tipo, pois havia pouco movimento e acabávamos desistindo. Com essa iniciativa da Prefeitura e da Secretaria da Agricultura, melhorou bastante. Ainda temos apoio da Emater”, conta Flávio. Expor mercadorias que vêm direto do campo, sem a adição de agrotóxicos, é um dos pontos destacados por Flávio.
O lucro obtido na Feira do Produtor também ajuda o casal Elton e Neusa Muller a complementar a renda doméstica. Para eles, a motivação dada pelas autoridades é fundamental. “A feira nos incentiva muito, tanto os produtores quanto o comércio e os consumidores. Todos procuram algo mais saudável, produtos frescos e orgânicos. Participamos de todas as edições até agora. As vendas nos ajudam bastante. Com o tempo, vamos inovando e nos preparando principalmente para o ano que vem, trazendo produtos novos e ainda mais opções”, contam.