Dia do Vinho é oportunidade de descobrir a rota de vinícolas boutique em Pinto Bandeira

Município: Pinto Bandeira

De fato, o chamado Roteiro dos Vinhos de Pinto Bandeira é pensado para ser percorrido em veículo próprio, no ritmo em que os visitantes desejarem degustar - a paisagem, seus frutos ou ambos CRÉDITO: IMPRENSA DIA DO VINHO/DIVULGAÇÃO/CIDADES

O município é o mais jovem e, segundo a Fundação de Economia e Estatística (FEE) do Rio Grande do Sul, por algumas poucas dezenas de pessoas, o de menor contingente populacional entre todos os participantes do Dia do Vinho 2015. Esconde-se na região Uva e Vinho da Serra Gaúcha, contornado pelo Rio das Antas. Lugar perfeito, portanto, para guardar belos e muito bem elaborados segredos dos derivados da uva que estão sendo descobertos aos poucos por iniciados, curiosos e grupos em viagem com carro próprio. Pinto Bandeira concentra em poucos quilômetros uma verdadeira rota de vinícolas boutique, cardápios autorais e pousadas de charme com descontos e preços promocionais entre 22 de maio e 7 de junho. “A quantidade de turistas vem aumentando a cada ano, neste conceito de turismo em vinícolas boutique, com visitações familiares ou em pequenos grupos particulares. Desta forma o visitante fica à vontade para apreciar os produtos e paisagens”, explica Arlete.
Segundo ela, a maior liberdade desfrutada pelos grupos de visitantes particulares para degustação de produtos, apreciação do ambiente e maior facilidade de transporte das aquisições, por estarem geralmente em veículos próprios, vem resultando em aumento na média de compras. Há um outro detalhe que, em circunstâncias diferentes poderia não se apresentar tão positivo, mas que no contexto de Pinto Bandeira, agrega valor: “Como as vinícolas do roteiro são de pequeno porte, os produtos delas nem sempre chegam a todos os lugares. Assim, atendemos um público que busca novidade, exclusividade”, completa Arlete De Cesaro, executiva da Associação dos Produtores de Vinho de Pinto Bandeira (Asprovinho).
As cinco vinícolas associadas à entidade são Aurora, Cave Geisse, Don Giovanni, Pompeia e Valmarino, além da Terraças que é elaboradora de sucos de uva. “A comemoração do Dia do Vinho é uma data muito especial, porque ajuda a consolidar ainda mais a nossa identidade como região ícone na produção de vinhos e espumantes, despertando a curiosidade e admiração dos visitantes e um maior envolvimento de toda a comunidade, que se orgulha deste reconhecimento”, afirma o presidente da Asprovinho, Daniel Geisse.
Um novo salto em volume de visitantes deve ocorrer a partir de 2017, para quando há a expectativa de que seja reconhecida a Denominação de Origem (DO) nos espumantes de Pinto Bandeira, etapa seguinte após a conquista da atual Indicação de Procedência (IP). No momento, o processo está na fase de levantamento dos estudos técnicos e constituição do regulamento de uso da DO, em parceria com Embrapa Uva e Vinho, Sebrae, Universidade de Caxias do Sul (UCS), Embrapa Clima Temperado e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs). A previsão de conclusão destes trabalhos de organização e encaminhamento ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) é para o final de 2016.
“As indicações de procedência são um passo muito importante na evolução e consolidação de uma região produtora de vinhos de alto padrão, pois ajuda a organizar e estabelecer os critérios de seus distintos terroirs. Ao se protegerem suas características, marcando uma identidade única através dos tempos, se proporciona aos consumidores a possibilidade de perceber as diferenças e características de cada região. Além de esclarecer aos visitantes que cada lugar precisa ser visitado para que se compreendam suas particularidades”, observa o presidente da Asprovinho.
A conquista de um grau superior no timbre de procedência dos rótulos locais deverá merecer comemoração com as respectivas borbulhas, tal o impacto antecipado na cadeia enoturística. “A Denominação de Origem é o grande passo para a região de Pinto Bandeira, já que será a primeira da América do Sul específica para espumantes. Haverá uma série de regras e especificações muito estritas que irão garantir a alta qualidade de todos os espumantes elaborados sob a tutela desta DO, protegendo o futuro da região como uma produtora de espumantes tops de nível mundial”, projeta Daniel Geisse.
De fato, o chamado Roteiro dos Vinhos de Pinto Bandeira é exatamente isto: pensado para ser percorrido em veículo próprio, no ritmo em que os visitantes desejarem degustar – a paisagem, seus frutos ou ambos. Mapa para cumprir o percurso e demais informações pelo telefone (0xx54) 9915-2051, com a executiva da Asprovinho Arlete De Cesaro. O recomendável é agendar tudo com antecipação.
O Dia do Vinho é realizado pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), pela secretaria estadual da Agricultura, Pecuária e Agronegócio e pelo Sindicato dos Hotéis Restaurantes Bares e Similares Região Uva e Vinho (SHRBS), como resultado do Projeto Eventos Integrados e Integradores – reinterpretação da concepção de evento, fomentado pelo Ministério do Turismo. A lei que instituiu o Dia do Vinho no Rio Grande do Sul no primeiro domingo de junho de cada ano foi promulgada em 2003.