Município participa de projeto ambiental

Município: Marques de Souza

Um projeto iniciado a partir de uma ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público levará a todas as escolas da Comarca de Lajeado – oito cidades – kits com materiais didáticos sobre educação ambiental. A iniciativa partiu da Gillette do Brasil, fabricante das pilhas Duracell, uma das empresas listadas na ação, a qual busca dar destino correto a pilhas usadas.

A solenidade de distribuição dos kits foi realizada sexta-feira, no Jardim Botânico de Lajeado, e contou com a participação de promotores de Justiça, de representantes da Gillette – Duracell, do responsável pelo departamento do Meio Ambiente de Marques de Souza Marcelo Krüger e de Suame Schardong representando a secretaria de municipal de Educação.

Krüger salienta que após este trabalho surgirão novos indivíduos, pois com o material oferecido os alunos aprenderão sobre os impactos negativos ao meio ambiente pelo descarte de pilhas e baterias usadas. Ele relata que ao mesmo tempo, disciplinará o descarte e o gerenciamento ambientalmente adequado destes itens. “Esperamos que o sistema de logística reversa conforme a lei de resíduos sólidos seja atuante em breve, fazendo com que os fabricantes e importadores dêem a destinação ambientalmente adequada”, finaliza.

Os municípios contemplados serão: Canudos do Vale, Cruzeiro do Sul, Forquetinha, Lajeado, Marques de Souza, Progresso, Santa Clara do Sul e Sério.

Administração faz o desassoreamento da sanga Diesel

Município: Marques de Souza

A administração municipal realizou recentemente o desassoreamento da sanga Diesel, no Centro da cidade. Cerca de 1.200 metros de extensão foram limpados e desassoreados, a fim de viabilizar maior escoamento de águas no local.

De acordo com o prefeito Rubem Kremer, esta era uma antiga reivindicação da comunidade. “A obra é um alento para os moradores, que se preocupam especialmente quando ocorrerem fortes chuvas. Quem mora nos arredores da sanga pode ficar tranquilo agora, pois dificilmente haverá novo alagamento”, comenta. De acordo com o prefeito, além de limpar o local e dar melhor escoamento, o desassoreamento também eliminará consideravelmente a proliferação de mosquitos e outros insetos.

Escola dá exemplo e tira as sacolas plásticas de circulação

Município: Marques de Souza

Em um gesto singelo e prático e representando todas as crianças, pais e demais integrantes da comunidade escolar da escola Pequenos Passos, a diretora do educandário, Sandra Scherer, entregou ao chefe do executivo municipal, prefeito Rubem Kremer, uma sacola ecológica produzida industrialmente a partir de garrafas pets recicladas e devidamente identificadas com o logo do projeto desenvolvido pela escola este ano – Somos os herdeiros do futuro, ele está em nossas mãos!.

Segundo a diretora Sandra, o projeto contempla a temática do lixo (coleta seletiva, reciclagem, etc) trabalhada este ano pelo Programa A União Faz a Vida nas escolas. O programa é desenvolvido pela secretaria municipal de Educação e Cultura em parceria com o Sicredi e a Univates. A escola abraçou a ideia e, para envolver também os pais nas ações, organizou um concurso para criar e escolher uma logomarca. Depois, as sacolas foram estampadas com o logo e distribuídas na festa da família da escola. Ainda de acordo com a diretora, a escola também mandou confeccionar sacolas em material TNT para substituir as sacolas plásticas utilizadas pelas crianças para carregar as roupas de casa para a escola e da escola para casa. “A ideia é conscientizar para tirar as sacolinhas plásticas de circulação e, assim, ajudar a preservar o meio ambiente”, explica. Para o prefeito Rubem Kremer, a iniciativa é exemplar. “É uma mudança de hábitos desde pequenos. O objetivo do projeto é muito importante. E fazer esta integração entre escola, professores, crianças e pais, promove resultados eficientes”.

Formação continuada integra professores das redes estadual e municipal de ensino

Município: Marques de Souza

As escolas estaduais de ensino fundamental Severino José Frainer – Linha Atalho – Henrique Geis, Tamanduá e Frei Antônio – Bela Vista do Fão – juntamente com a escola estadual de ensino médio Monsenhor Seger, de Travesseiro, promovem de julho a setembro um curso de Formação Continuada, direcionado aos professores da rede estadual de ensino e às municipais de Marques de Souza. O curso conta com a parceria da secretaria municipal de Educação, Cultura, Turismo e Desporto, que cede o espaço físico para a realização do curso, e com assessoria pedagógica do Colégio Mauá de Santa Cruz do Sul.

O primeiro encontro dos professores ocorreu recentemente na escola municipal Carlos Gomes. Esta semana, o grupo reuniu-se novamente para continuar os estudos. Os temas que estão sendo abordados nestas primeiras etapas são Filosofia nos Anos Iniciais, Construção da Leitura e da Escrita, Dimensão Lógica Matemática e a Construção do Número. Os próximos encontros trabalharão Corporeidade e Alfabetização, Planejamento e Avaliação como Norteadores do Processo de Construção do Conhecimento, além de uma Apresentação Artístico-Desportiva de Ginástica Rítmica da Equipe de GR do Colégio Mauá. Para a diretora da escola Severino Frainer, Marlise Becker, o curso está ótimo. “Tanto a palestra do professor Samuel Machado quanto a da professora mestre Agda Baracy Netto promoveram uma reflexão sobre nossos afazeres pedagógicos. Os jovens hoje não são como antigamente, então os professores têm que repensar e melhorar a sua prática pedagógica para uma nova realidade. O aluno hoje é mais ativo e o professor tem que estar à frente da tecnologia”, observa. “Os professores tem que buscar novas práticas, tem que repensar, tem que motivar. É uma busca incansável pelo conhecimento, por novas ações para as práticas pedagógicas”, complementa Lilian Werle Vogel, diretora da escola Henrique Geis.