Natal Luz de Gramado supera 60 mil ingressos vendidos

Município: Gramado

32ª edição do evento se inicia dia 26 de outubro e segue até 14 de janeiro de 2018 CRÉDITO: CLEITON THIELE/SERRAPRESS/DIVULGAÇÃO/CIDADES

32ª edição do evento se inicia dia 26 de outubro e segue até 14 de janeiro de 2018 CRÉDITO: CLEITON THIELE/SERRAPRESS/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Em apenas 20 dias de comercialização de ingressos, o 32º Natal Luz de Gramado superou a marca de 60 mil unidades vendidas. Neste período de venda, iniciado em 24 de agosto e até 12 de setembro, o Sudeste lidera a procura, com 46% das compras, tendo o Rio de Janeiro como o estado que mais efetuou a aquisição. Na sequência, vem o Nordeste, com 21% das compras, e a Bahia como o maior público da região. O Sul segue em terceiro, com 19%, tendo os residentes no Rio Grande do Sul como público que mais comprou. Vale lembrar a venda de 35 mil ingressos para agências credenciadas que compraram os ingressos de forma antecipada.
Para Édson Nespolo, presidente da Gramadotur, autarquia municipal responsável pelo evento, o objetivo da 32ª edição do Natal Luz é alcançar a marca de 240 mil ingressos até o fim do evento. Nespolo ressalta “a retomada da agenda positiva no momento”, destacando o desejo de “realizar uma das maiores edições do Natal Luz de Gramado, celebrando a Magia do Natal”.
A 32ª edição do Natal Luz de Gramado se inicia no dia 26 de outubro e vai até 14 de janeiro, apresentando quatro grandes espetáculos ao longo dos 81 dias do evento: Grande desfile de Natal, Natal pelo mundo, Reencontros de Natal, e o tradicional Show de acendimento. O diretor artístico Edson Erdmann destaca que “apenas o Natal pelo mundo está reprisando. Os outros três são espetáculos totalmente novos”.
Os ingressos estão disponíveis através do site oficial do evento (www.natalluzdegramado.com.br) e os valores variam entre R$ 130,00 e R$ 300,00. Vale lembrar que a programação gratuita do Natal Luz é extensa e conta com inúmeras atrações, como a Parada de Natal, Vila de Natal, Tannembaumfest e os shows da Rua Coberta, que podem ser conferidos detalhadamente no site.
O Natal pelo mundo acontece nas terças e sextas-feiras às 21h, na ExpoGramado, e apresenta Sofia, a menininha que visitava a Fantástica Fábrica de Natal quando criança e que agora comemora mais um aniversário. Como todas as pessoas que se tornam adultas, ela confronta seus sonhos infantis: afinal, o que é verdade, o que é fantasia? O Grande desfile de Natal ocorre às quintas-feiras e aos domingos, às 21h30min, e, em novembro e dezembro, acontece também às segundas-feiras, no mesmo horário, na ExpoGramado. A atração questiona do que é feito o Natal e reúne acrobatas, bailarinos, patinadores, e atores, que encenam todo o encantamento do Natal. Efeitos especiais e interações com o público preparam o momento apoteótico esperado por todos.
Os Reencontros de Natal acontece todas as quartas-feiras e sábados, às 21h30min, na Lagoa Joaquina Rita Bier e conta uma história única: um reencontro de uma família embalado pelas mais belas canções de Natal, apresentadas por cantores, músicos e artistas. Por fim, o show de acendimento ocorre diariamente, às 20h30min, em frente ao Palácio dos Festivais. A atração consiste em um espetáculo teatral-musical que se dá no Centro da cidade. A atividade é aberto ao público e gratuita, com duração de cerca de 20 minutos.

9º Festival de Gastronomia de Gramado acontece de 5 a 15 de outubro

Município: Gramado

Circuito será composto por restaurantes, adegas brasileiras e bodegas para degustação de vinhos de Mendoza CRÉDITO: CLEITON THIELE/SERRAPRESS/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Circuito será composto por restaurantes, adegas brasileiras e bodegas para degustação de vinhos de Mendoza CRÉDITO: CLEITON THIELE/SERRAPRESS/DIVULGAÇÃO/CIDADES

A arte de harmonizar vinhos e gastronomia revelada na união de duas culturas: Brasil e Argentina. Esta e a essência do 9º Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado. Desta vez, a capital do turismo gaúcho se prepara para uma programação enraizada na gastronomia e aberta a todos. O evento acontecerá entre os dias 5 e 15 de outubro, das 10h às 22h, em três pontos centrais da cidade: na rua Coberta, praça Major Nicoletti, e rua Pedro Benetti.
O circuito gastronômico será composto por 18 restaurantes, quatro adegas brasileiras e oito bodegas para degustação de vinhos de Mendoza – capital argentina do vinho. Somam-se às comidas mais de 20 pontos de venda de bebidas, que vão das cervejas artesanais da região das hortênsias até as mais tradicionais vinícolas brasileiras e argentinas. As vinícolas vão oferecer doses em taças, copos e garrafas para atender a todos os gostos e bolsos.
Diariamente, chefs, sommeliers, enólogos e demais experts em temas ligados à gastronomia apresentarão e ensinarão técnicas e receitas, degustarão vinhos, cervejas, whiskies, drinks, azeites e charutos para profissionais e entusiastas – atividades em sua maioria gratuitas. Estão previstas ainda oficinas com enólogos mendocinos em parceria com a Wines of Argentina (Wofa) e um tour gastronômico – que acontece 30 dias antes da abertura oficial do festival. Será uma visita orientada para apresentação dos pratos inspirados em tradicionais ingredientes argentinos e uma forma de aquecer a largada do festival.
O 9º Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado vem sendo estruturado desde novembro do ano passado e conta com a colaboração e curadoria de chefs de Mendoza e Gramado. A realizadora do evento – a Gramadotur – enviou uma equipe técnica para imersão em Mendoza. Foram escolhidos quatro destacados cozinheiros mendocinos – que atuam chefiando as cozinhas em algumas das mais renomadas e seletas bodegas do destino para integrar o festival. Nomes como Matías Michelini, Juan Pablo Michelini, Sebastian Zuccardi e Alejandro Vigil participarão de degustações guiadas e de workshops com profissionais do segmento vitivinícola brasileiro.
O ponto alto ficará por conta dos festins – jantares harmonizados com vinhos – reservados para os dias 5, 6, 12, 13 e 14 de outubro. Os jantares têm vagas limitadas e vão demonstrar a integração das técnicas e ingredientes das duas culturas tema do evento. Os pratos unificam os sabores de Brasil e Argentina ou reeditam receitas tradicionais dos dois países, com elaboração dos chefs Sebastian Weingandt (Bodega Renacer), Patricia Roggerone (Bodega Norton), Matías Aldasoro (Bodega Zuccardi) e Santiago Maestre (Casa El Enemigo).
Programação terá cozinha experimental e música
E a programação do festival não será apenas de degustação. Uma experiência prática na cozinha estará disponível durante todos os dias do festival. O Projeto Cozinha Experimental, realizado em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), vai oferecer oficinas gastronômicas com a participação de chefs argentinos e brasileiros. As receitas vão de carreteiro, pão de queijo e pudim até empanadas e alfajores.
O evento conta ainda com a participação especial do chef argentino radicado no Rio Grande do Sul Diego Andino. De forte influência na culinária francesa, Andino tem como carro-chefe a mil folhas de doce de leite e a mistura de frutas silvestres nas suas receitas. A Diego Andino Pâtisserie carrega nove títulos de melhor doce da cidade de Porto Alegre, eleito pela premiação da Revista Veja Comer & Beber.
Além da gastronomia, o 9º Festival de Cultura e Gastronomia também contará com uma extensa programação cultural com curadoria da Touche Cultural. A cocuradoria argentina é do produtor e músico argentino, Polo Martí – consultor das orquestras filarmônica e sinfônica de Mendoza. Serão 70 espetáculos e shows artísticos dos dois países tema do festival. A organização do evento é da Gramadotur, a realização é da prefeitura de Gramado, a correalização é da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e o apoio institucional é do Consulado Argentino.

 

Interatividade e tecnologia integram o novo Reino do Chocolate em Gramado

Município: Gramado

Atração turística conta a história do cacau através de cenários e personagens artísticos CRÉDITO: CASSIO BREZOLLA/DIVULGAÇAO/CIDADES

Atração turística conta a história do cacau através de cenários e personagens artísticos CRÉDITO: CASSIO BREZOLLA/DIVULGAÇAO/CIDADES

O Reino do Chocolate, espaço temático da Caracol Chocolates, em Gramado, abriu suas portas com novidades no mês de julho. A atração turística, que conta a história do cacau através de cenários e personagens artísticos, passou por uma reforma nos últimos 60 dias e ganhou nova roupagem, incrementado o conceito lúdico com recursos tecnológicos e propostas interativas. No final da tarde do último dia 29 de junho, o trade turístico da região foi recebido para um coquetel de apresentação das novidades do espaço.
O roteiro de visitação se inicia pela Máquina do Tempo, onde o visitante é convidado para uma viagem no tempo para conhecer a história do cacau, desde a origem até a industrialização e sua transformação no chocolate. A narrativa se desenvolve em um passeio autoinstrutivo entre cenários épicos, enigmas, interação e tecnologia, tendo como personagem principal e guia do roteiro o bobo da corte, carinhosamente batizado de Trufão. O projeto tem assinatura do cenógrafo Moisés Ruppenthal e, segundo ele, os ambientes têm experiências sensoriais do início ao fim do roteiro. “A atração deixou de ser contemplativa para se tornar um passeio interativo pelo universo do chocolate”, destaca.
O investimento no novo Reino do Chocolate ultrapassa a casa de
R$ 1,5 milhão e, para Julinho Cavichioni, diretor da Caracol Chocolates, a expectativa é aumentar em pelo menos 30% o número de visitantes durante a temporada de inverno, comparando ao mesmo período de 2016. “O novo Reino do Chocolate irá surpreender, sobretudo pelo propósito instrutivo aliado a tecnologia e interatividade, conceitos modernos aplicados de uma forma lúdica e que resgatam o verdadeiro propósito do entretenimento”, afirma Cavichioni. O Reino do Chocolate fica localizado na Avenida das Hortênsias, nº 5.382, estrada Gramado/Canela; e está aberto à visitação de segunda-feira a domingo, das 8h30min às 18h30min.

 

Bons negócios marcam encerramento do Salão de Gramado

Município: Gramado

Feira de móveis, design e decoração terminou na última sexta-feira com expositores satisfeitos CRÉDITO: COLETIVO YES/divulgação/CIDADES

Feira de móveis, design e decoração terminou na última sexta-feira com expositores satisfeitos CRÉDITO: COLETIVO YES/DIVULGAÇÃO/CIDADES

O número de visitantes e o volume de negócios da 5ª edição do Salão de Gramado, que ocorreu de 20 a 23 de junho, no Centro de Feiras e Eventos do Serra Park, mostraram-se bastante positivos. Conforme o diretor comercial da feira Márcio Magnus, antes mesmo do fim do evento, muitos expositores disseram ter tomado a decisão certa em participar do Salão e que se surpreenderam com os resultados. Vindo de São Paulo para participar do evento, o proprietário da Tendenze Rosmer Roberto Schlesinger já garantiu sua presença nas próximas edições. “A frequência de visitantes é muito bacana, bem diferente de outras feiras que a gente já participou. Serei um frequentador assíduo, com certeza”, comenta.
Também de São Paulo, os lojistas Silvio Gatto e Marcelo Gatto mostraram-se satisfeitos com o que viram nos estandes do Salão. “A cidade de Gramado proporciona este carinho aos visitantes e o bom gosto dos produtos trazidos por todos os expositores. Eles sempre estão procurando fazer o melhor para podermos atender o consumidor final”, avalia Silvio. A boa aceitação dos visitantes também foi percebida pelo diretor da Bell Design, de Caxias do Sul, Mauro Chiesa. “Quem veio, gostou do produto, comprou. Estamos bem animados”, declara Chiesa.
Conforme o diretor da Armazém da Mobília, da cidade de Estrela, Cesar Paulo Kunzel, foi uma grata surpresa participar de uma feira com o objetivo de alcançar lojistas de diversas partes do Brasil e ter, inclusive, a visita de importadores de outros países. “Aqui não tínhamos esse objetivo de venda para fora e ficamos felicíssimos, pois encaminhamos uma promessa de um grande pedido e uma nova parceria no Uruguai”, relata.
Atuando como representante comercial há 45 anos, José Guido Esteves, de Porto Alegre, é um dos profissionais de mais experiência no Salão de Gramado. “Trabalho com a Almofadas KG, Estofados Klassic e Elise, e, assim, tenho um relacionamento muito grande com os clientes, que se tornam amigos”, comenta. Para José Guido, é um prazer participar da feira de Gramado desde sua primeira edição. “Eu venho para encontrar estas pessoas e recordar um pouco daquele tempo que a gente trabalhava mais no interior do Rio Grande do Sul”, destaca o representante. O segredo de Esteves para ter sucesso na profissão é conhecer os produtos e as novidades. “Se você vai para o mercado e não vem para uma feira conhecer os lançamentos, não tem argumento. Argumento é importante, assim como conhecer a mercadoria, saber o que está vendendo”, explica o representante.
Próxima edição já tem expositores confirmados
Depois dos quatro dias de intensa visitação, o Serra Park se despediu de mais uma edição do Salão de Gramado já com data definida para 2018, quando a feira ocorre de 11 a 14 de junho, no mesmo local. Durante a 5ª edição da feira, os lojistas que estiveram na cidade dedicaram especial atenção aos produtos e lançamentos apresentados pelos expositores da feira. “O público do Salão foi de altíssima qualidade. Um público comprador, que se deslocou para Gramado para fazer negócio”, garante um dos diretores da feira, Marino Fritsch.
Além do prefeito de Gramado João Alfredo de Castilhos Bertolucci, o vice Evandro Moschem também prestigiou a feira neste ano. Em sua visita, Moschem destacou a forte ligação da cidade com o setor moveleiro, que hoje emprega mais de 2 mil pessoas. De acordo com o vice-prefeito, o turismo de negócios promovido por eventos como o Salão de Gramado é o que mais gera renda para os comerciantes e para os setores hoteleiro e gastronômico do município. “O expositor, o comprador da feira, ele gasta, em média, três vezes mais do que o turista normal, e, por isso, é tão importante o turismo de negócios para Gramado”, reforça Moschem.
Ainda ressaltando os dois motes da feira – a venda de produtos de alto padrão e o turismo na serra – o vice-prefeito também recordou um período em que o caminho inverso era realizado. “Hoje, 83% de nossa economia é voltada ao turismo, mas nós temos um carinho, uma dívida gigantesca com o setor moveleiro, que foi muito importante, inclusive para Gramado ser a cidade que é hoje: lá atrás, o turista vinha para cá para comprar o móvel de Gramado”, avalia. Para o diretor comercial do Salão de Gramado Márcio Magnus, os objetivos da organização foram bem atendidos. “A visitação e a média de aceitação de lojistas e expositores foram muito boas”, conclui.
Saiba mais sobre a feira
Focada em negócios, a feira de móveis, design e decoração é realizada desde 2013 em Gramado, cidade famosa por suas belezas naturais e atrações turísticas na serra gaúcha. Desde então, a criação do Salão de Gramado proporcionou, inclusive às empresas de fora do Sul do Brasil, uma facilidade de aumentar sua carteira de clientes na região. Do mesmo modo, os fornecedores regionais também vislumbram oportunidades de crescimento ao estabelecer contatos com lojistas de todo o Brasil, fortalecendo, assim, o setor como um todo. Durante todo o ano, as redes sociais do Salão de Gramado se mantêm ativas com conteúdo focado nos produtos de seus expositores e tendências do mercado moveleiro. Com isso, conserva-se a movimentação do mercado e a essência da exposição sempre em voga: auxiliar na consolidação dos melhores negócios a cada edição. A 5ª edição do Salão de Gramado reuniu 78 expositores em 7,6 mil metros quadrados de muita inspiração e novas tendências do setor de mobiliário e alta decoração. Mais de 5 mil visitantes aproveitaram os quatro dias da programação para conferir produtos de primeira linha e fazer bons negócios.

 

Pinhão e polenta suplementam alimentação no Gramadozoo

Município: Gramado

Animais ainda contam com recintos climatizados e são submetidos a atividades aeróbicas CRÉDITO: HALDER RAMOS/DIVULGAÇÃO/JC

Animais ainda contam com recintos climatizados e são submetidos a atividades aeróbicas CRÉDITO: HALDER RAMOS/DIVULGAÇÃO/CIDADES

O inverno começou oficialmente na última quarta-feira, dia 21 de junho, e os animais do Gramadozoo estão preparados para as baixas temperaturas. Além de recintos climatizados, os animais estão recebendo reforço calórico na alimentação. O pinhão, a polenta, o amendoim e a bergamota integram o cardápio especial da estação gelada. Os animais também são submetidos a atividades aeróbicas para se movimentar.
Com alto valor energético, o pinhão complementa a dieta de primatas, ouriços, papagaios, maitacas, gralhas e araras que vivem no zoo. “No inverno, acrescentamos alimentos mais calóricos e frutas da estação como a bergamota, que é rica em vitamina C. Já o pinhão, que possui 22 calorias, faz parte da alimentação de aves e macacos”, afirma o veterinário Renan Stadler, responsável técnico do Gramadozoo.
O veterinário explica que o pinhão ainda proporciona enriquecimento ambiental e contribui para recriar o habitat de aves oriundas de florestas de araucária, como o papagaio-charão e a gralha-azul. “Com o reforço na alimentação, nosso índice de internação hospitalar é zero”, diz Stadler.
Das cidades brasileiras que possuem zoológico, Gramado é a de inverno mais rigoroso. No entanto, o clima da região não interfere no conforto dos habitantes do zoo. Todos os recintos possuem áreas climatizadas para garantir qualidade de vida mesmo às espécies típicas de clima quente. Segundo o responsável técnico do zoo, alguns animais ficam em ambientes especiais com aquecimento praticamente durante todo o inverno. É o caso dos jabotis. Já as cobras, contam com uma lâmpada especial que emite calor. “Além do aquecedor, a lâmpada ajuda a manter o recinto aquecido”, explica. Os primatas contam com estufas em seus recintos. “Temos alguns macacos-prego que não abrem mão do cobertor”, diz o veterinário.