Documentário Pra ficar na história é lançado em cinema a céu aberto em Garibaldi

Município: Garibaldi

Mais de 500 pessoas prestigiaram a pré-estreia do filme no último dia 3 CRÉDITO: PRISCILA PILLETTI/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Mais de 500 pessoas prestigiaram a pré-estreia do filme no último dia 3 CRÉDITO: PRISCILA PILLETTI/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Uma celebração à arte em meio ao casario histórico garibaldense. A pré-estreia do longa-metragem Pra ficar na história marca mais um capítulo de preservação da cultura em Garibaldi. Em um grande cinema a céu aberto, mais de 500 pessoas prestigiaram a produção no último dia 3. O documentário é um retorno às origens de Luiz Fitarelli e uma inspiração para quem aprecia a conservação da história e das memórias da imigração italiana. O filme narra a rotina do protagonista Fitarelli durante 17 dias, com imagens captadas em Garibaldi, na serra gaúcha, e nas cidades italianas de Lentiai, Marostica, Canal San Bovo e Padova. Apaixonado por antiguidades desde os 12 anos, Fitarelli coleciona objetos que, hoje, chegam a milhares, e construiu, no interior de Garibaldi, uma autêntica vila do fim do século XIX, que inclui uma capela, estábulos e moinho com roda de água.
Emocionado para a pré-estreia do filme, o diretor Boca Migotto reforçou a importância da validação da memória da região e elogiou a manutenção dos prédios históricos na rua Buarque de Macedo, agradecendo a oportunidade de fazer a distribuição do trabalho ao ar livre. O protagonista do documentário, Luiz Fitarelli, também expressou sua valorização por manter viva a história contada de pai para filho. “Todos estes prédios históricos teriam histórias para contar”, disse, em meio ao Centro Histórico do município. Ele também agradeceu a compreensão da família tanto durante os anos de construção da Villa quanto nas gravações da produção. “Espero que, daqui muitos anos, todos ainda saibam a história da imigração italiana”, concluiu. A importância de se preservar e manter a história, memória e cultura da imigração, seja na arquitetura ou em produções como o documentário, também foi destaque no pronunciamento do vice-prefeito, Antonio Fachinelli.
Com estreia comercial no último dia 8, garibaldenses e visitantes puderam presenciar em primeira mão uma produção com jeito e paisagens serranas, que promete ser destaque em cinemas por todo o Brasil. Pra ficar na história é uma produção da Epifania Filmes e da Teimoso Filmes e Artes, em coprodução com Globo Filmes e GloboNews. O filme tem produção executiva de Fabiano Florez e Mariana Mêmis Müller e distribuição de Tathiana Mourão, da Pipoca & Filmes. Trailers e mais informações estão disponíveis na página fb.me/praficarnahistoriafilme. A exibição em Garibaldi contou com o apoio da prefeitura, por meio da secretaria de Turismo e Cultura. A atividade também integrou o calendário do Mês da Mulher 2018.

Grande público prestigia a IV Noite Branca em Garibaldi

Município: Garibaldi

Na última quinta-feira, dia 14, 100 lojas estenderam o atendimento até às 22h30min CRÉDITO: CÁSSIUS ANDRÉ FANTI/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Na última quinta-feira, dia 14, 100 lojas estenderam o atendimento até às 22h30min CRÉDITO: CÁSSIUS ANDRÉ FANTI/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Mais de 100 lojas estenderam o atendimento até às 22h30min na última quinta-feira, dia 14, durante a IV Noite Branca de Garibaldi. As ruas ficaram repletas de pessoas que aproveitaram o clima agradável para comprar os presentes de Natal. Por todas as ruas participantes, foi possível observar uma grande quantidade de consumidores circulando com pacotes e sacolas. A noite ganhou ainda mais significado com as luzes da decoração e as atrações culturais do Natal Borbulhante.
O engenheiro civil Farlei Stertz trabalhou como voluntário da SPA Bicho Feliz, divulgando a entidade e comercializando produtos que serão revertidos na assistência de animais resgatados e encaminhados para adoção. Em sua opinião, a IV Noite Branca foi bem organizada. “Foi muito bacana ver famílias inteiras na rua, participando, inclusive, com seus bichinhos de estimação. O comércio estava lotado, não só na Buarque de Macedo; na Independência também. Nossas vendas foram ótimas”, disse. Para Stertz, o que mais chamou a atenção foi a criatividade das lojas. “Elaboraram atrações próprias para atrair e cativar os clientes com descontos, facilidade no parcelamento, além de agrados como espumantes, petiscos, shows de dança, cinemas alternativos, etc”
A lojista e moradora de Carlos Barbosa Silvana Cislaghi aproveitou a noite para passear com a família e prestigiar o evento. “A cidade está linda. Cheguei por voltas das 22h30min e ainda havia muita gente pelas ruas. Vi muitas pessoas com sacolas de compras e percebi que estavam felizes e motivadas. Parabéns aos organizadores e a comunidade que apoiou, sem dúvida, para que o evento fosse um sucesso”, salienta. Foi a primeira vez que a empresária Karin Vedana Morari e a família participaram da Noite Branca. “Fiquei muito feliz com o número de pessoas nas ruas. As lojas estavam preparadas para atender. Consegui comprar todos os presentes no comércio local, além de curtir a noite com as atrações lindamente preparadas por cada estabelecimento”, diz.
A coordenadora da Rota de Compras, Ângela Maria Villa Benini, avalia o evento como um sucesso de público e de vendas. “As ruas estavam movimentadas e com muitos carros estacionados. É um incentivo para continuar. A Noite Branca está se fortalecendo a cada ano. Esperamos que no ano que vem mais lojas participem”, opina. A IV Noite Branca é uma iniciativa da Rota de Compras de Garibaldi, com apoio da Associação de Pequenas e Médias Empresas (Apeme), Câmara de Indústria e Comércio (CIC), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Secretaria de Turismo de Garibaldi. O evento integra a programação do Natal Borbulhante.

Natal Borbulhante 2017 é apresentado em Garibaldi

Município: Garibaldi

Cerimônia de lançamento da programação, que se inicia na sexta-feira, ocorreu dia 22 de novembro CRÉDITO: ALEXANDRA UNGARATTO/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Cerimônia de lançamento da programação, que se inicia na sexta-feira, ocorreu dia 22 de novembro CRÉDITO: ALEXANDRA UNGARATTO/DIVULGAÇÃO/CIDADES

O Natal Borbulhante 2017 já está oficialmente lançado. O evento ocorreu na noite da última quarta-feira, dia 22, e contou com a presença de autoridades e imprensa local no Hotel Casacurta. Um dos grandes destaques desta edição, que celebrará os 20 anos do evento, é o show nacional de encerramento com a banda Blitz. A programação se inicia nesta sexta-feira, dia 1 de dezembro, com o acendimento das luzes.
Os convidados do lançamento foram recepcionados pelo músico Gabriel Abrantes, que também integrará a programação na Praça Loureiro da Silva. Com o tema 20 anos borbulhando emoções, o evento valoriza a identidade de Garibaldi como a Capital Brasileira do Espumante. Desde sua criação, o Natal Borbulhante tem proporcionado às famílias garibaldenses momentos agradáveis em um ambiente acolhedor, junto ao Centro Histórico da cidade, que hoje se encontra revitalizado. No período natalino, o local recebe uma decoração especial, propícia para momentos de diversão, confraternização e alegria, além de incentivar as compras no comércio local.
Neste ano, estarão presentes no espaço da gastronomia os restaurantes Café e Pizzaria Luna Park e Valle Rustico. As vinícolas da Associação de Vinicultores de Garibaldi (Aviga) que comercializarão espumantes são Adega Chesini, Casa Pedrucci, Cave Darci Locatelli, Cooperativa Vinícola Garibaldi, Courmayeur do Brasil, Indústria Vinícola São Luiz, Vinícola La Cantina, Vaccaro Vinhos e Espumantes e Vitivinícola Santa Bárbara. O vice-prefeito de Garibaldi, Antonio Fachinelli, reforçou que o maior patrimônio do município são as pessoas. “O esforço do poder público é para que a comunidade tenha momentos de lazer e possa confraternizar com os familiares e amigos”, destaca.
O secretário de Turismo e Cultura, Paulo Salvi, apresentou a programação da edição 2017. Além do acendimento das luzes de Natal, a apresentação do Coro Tramontina na rua Buarque de Macedo também marca o início das atividades na sexta-feira. No dia 3, domingo, haverá o Concerto Jazz and Christmas, com a Orquestra Municipal de Garibaldi e participação especial de Fran Duarte e Jeann Branndão, em frente à Igreja Matriz. Depois, de 12 a 21, a programação segue diária na Praça Loureiro da Silva.
No dia 12, a atração argentina Geminis Bee Gees, cover do trio inglês que faz sucesso desde 1966, figurando entre os maiores vendedores de discos de todos os tempos, tomará a Praça Loureiro da Silva a partir das 21h. Atrações garibaldenses e regionais se apresentam diariamente até 21 de dezembro, data que encerra a programação de 2017.
Salvi destaca que o Natal Borbulhante é uma vitrine importante para o município. “O nosso Natal já é referência na Região Uva e Vinho e está sendo consolidado como um forte atrativo turístico. Com a Buarque de Macedo totalmente revitalizada e com o sucesso de eventos como o Garibaldi Vintage, as pessoas tendem a procurar ainda mais Garibaldi e suas atrações”, finaliza o secretário, dizendo que o evento deseja envolver a comunidade e fazer com que as pessoas circulem no centro para curtir a gastronomia, os melhores espumantes e estimular as compras do período.
A realização do Natal Borbulhante 2017 é do Ministério da Cultura e da prefeitura, por meio da secretaria de Turismo e Cultura. Tem como apoiadores a Associação de Pequenas e Médias Empresas (Apeme), a Aviga e o Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Garibaldi (Shrbs). A produção cultural do evento é da empresa Danna Produções, que auxiliou também na captação de recursos via Lei Rouanet e acompanhará a execução do projeto durante todo o evento. O projeto gráfico foi desenvolvido em conjunto com a agência Alvo Global. Já o projeto de decoração será realizado com a parceria entre prefeitura e Danna Produções.

Concurso do Espumante reafirma qualidade da produção nacional em Garibaldi

Município: Garibaldi

De forma inédita, 100% dos espumantes premiados receberam Medalha de Ouro CRÉDITO: JEFERSON SOLDI/DIVULGAÇÃO/CIDADES

De forma inédita, 100% dos espumantes premiados receberam Medalha de Ouro CRÉDITO: JEFERSON SOLDI/DIVULGAÇÃO/CIDADES

O X Concurso do Espumante Brasileiro teve 97 espumantes premiados – 97 Medalhas de Ouro. O alto padrão dos espumantes brasileiros mais uma vez foi revelado na principal degustação às cegas do produto no País. O evento, promovido pela Associação Brasileira de Enologia (ABE), é o maior da história, com 308 amostras de 80 vinícolas. Desta vez, todos os classificados entre os 30% em cada categoria, conforme normas internacionais, alcançaram pontuação correspondente a Medalha de Ouro, ou seja, de 88 a 91 pontos.
“Depois de 10 anos com um crescimento quase exponencial em número de amostras, atingimos um recorde, superamos as 300 amostras, o que demonstra a importância do espumante para o Brasil e nos coloca com responsabilidade para produzirmos sempre com mais qualidade, safra após safra”, destaca o presidente da ABE, Edegar Scortegagna. O enólogo disse que é preciso refletir e, cada vez mais, buscar qualidade. “O espumante brasileiro atingiu um alto nível, onde não podemos nos permitir cometer erros. Devemos manter o alto padrão de qualidade reconhecido mundo afora. E, para isso, precisamos buscar matéria prima correta e modernizar nossas vinícolas, pois hoje podemos afirmar, sem medo, que o espumante brasileiro está entre os melhores do mundo”, enfatiza.
Considerado a principal janela para o mundo dos espumantes brasileiros, o concurso reuniu um júri formado por 53 profissionais entre enólogos,
sommeliers e jornalistas especializados. As degustações aconteceram nos dias 18 e 19 de outubro, na Câmara da Indústria e Comércio de Garibaldi (CIC), integrando a programação da Fenachamp 2017. A divulgação dos resultados e entrega das medalhas ocorreu em coquetel realizado na noite do dia 20 de outubro, no CTG Sentinela da Serra, no Parque da Fenachamp, em Garibaldi.
Participaram espumantes elaborados por vinícolas de sete estados brasileiros, sendo eles Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, em uma demonstração da diversidade da produção nacional. Os espumantes foram degustados às cegas, seguindo normas internacionais, dentro de suas categorias: espumantes de segunda fermentação (charmat e tradicional) e espumantes de primeira fermentação (moscatéis). O concurso seguiu as normas da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV) e da União Internacional de Enólogos (Uioe).
O 10º Concurso do Espumante Brasileiro seguiu o formato da edição anterior, prevendo uma distinção especial concedida a espumantes que se sobressaírem em suas categorias. O objetivo é exaltar ainda mais a produção nacional. Neste ano, o prêmio carrega o nome de Cleber Andrade, uma homenagem que a ABE presta ao ex-presidente e um dos enólogos mais marcantes que o Brasil já teve. O Destaque Cleber Andrade foi entregue a seis espumantes, um em cada categoria. Para isso, ao final do concurso, foi realizada uma degustação de preferência entre os produtos que conquistaram Medalha de Ouro e melhores medianas, a fim de destacar a preferência dos jurados.
Confira os destaques
– Espumante Brut elaborado pelo método charmat: Ponto Nero Espumante Brut – Domno do Brasil Indústria e Comércio de Bebidas
– Espumante Brut elaborado pelo método tradicional: Monte Paschoal Dedicato Espumante Champenoise Brut – Basso Vinhos e Espumantes
– Espumante Brut Rosé: Cave Amadeu Espumante Brut Rosé – Vinícola Geisse
– Espumante Nature e Extra-Brut: Don Guerino Cuvée Espumante Extra Brut – Don Guerino Vinhos Finos
– Espumante Moscatel: Monte Paschoal Dedicato Espumante Moscatel Rosé – Basso Vinhos e Espumantes
– Espumante Demi-Sec:Conde de Foucauld Espumante Demi-Sec Branco -Cooperativa Vinícola Aurora

Consumidores avaliam vinhos e espumantes da Peterlongo em Garibaldi

Município: Garibaldi

Degustação às cegas foi conduzida pelo winemaker Pascal Marty e reuniu mais de 50 apreciadores CRÉDITO: EMERSON RIBEIRO/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Degustação às cegas foi conduzida pelo winemaker Pascal Marty e reuniu mais de 50 apreciadores CRÉDITO: EMERSON RIBEIRO/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Desde que a Vinícola Peterlongo, de Garibaldi, deu início a um amplo processo de reposicionamento da marca – trabalho que se iniciou em 2002, com a nova direção, e que foi intensificado ano passado com a contratação do enólogo francês Pascal Marty -, o grande desafio sempre esteve voltado a revitalizar toda linha de produtos para atender tanto o consumidor brasileiro como o mercado externo. Uma das ações deste ambicioso projeto é o Tasting Peterlongo, que teve sua primeira edição no dia 14 de outubro, reunindo mais de 50 pessoas em uma degustação às cegas que teve o objetivo de saber quais as impressões desses consumidores em relação a seis rótulos que foram submetidos à apreciação do público.
Além de dar voz ao consumidor, a Peterlongo aposta na ação como mais uma experiência diferenciada ao público apreciador de vinhos, seja sommeliers, enólogos, enófilos, membros de confrarias ou leigos no assunto. “Vamos reunir pessoas que têm em comum o gosto pelo vinho, mas que estão dispostas a compartilhar uma vivência que foge o tradicional e que valoriza o trabalho do enólogo. Ou seja, vamos unir a técnica da degustação com a socialização da bebida, porém de um jeito leve e até divertido”, destaca Marty, que contou com a companhia da enóloga responsável pela Peterlongo, Deise Tem-Pass.
Cada um dos seis produtos foi degustado às cegas por todos os participantes ao mesmo tempo. As notas foram registradas por cada degustador em uma ficha de degustação que segue os padrões da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV). Ao final, essas fichas foram recolhidas e as notas computadas. “Queremos saber qual é a opinião do consumidor. O resultado sempre será motivo para novos encontros”, afirma o sócio diretor da vinícola, Luiz Carlos Sella. A ideia é avaliar outros espumantes, sempre contemplando produtos exclusivos, ainda não lançados. A programação se encerrou com a música do Acústico Três Quartos.