Educação Fiscal é aplicada no currículo das escolas municipais de Faxinal do Soturno

Município: Faxinal do Soturno

Educandários estão realizando inúmeras atividades para que o assunto seja colocado em prática CRÉDITO: PREFEITURA MUNICIPAL DE FAXINAL DO SOTURNO/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Educandários estão realizando inúmeras atividades para que o assunto seja colocado em prática CRÉDITO: PREFEITURA MUNICIPAL DE FAXINAL DO SOTURNO/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Ainda no ano passado, o prefeito Volnei Savegnago sancionou a lei que institui no currículo da rede municipal de ensino a Educação Fiscal. Através da lei, fica estabelecido o assunto como tema transversal a ser trabalhado com os educandos. Para tanto, as escolas estão realizando inúmeras atividades para que a Educação Fiscal seja posta em prática.
O 2º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Castro Alves visitaram uma instituição bancária, na qual puderam conhecer e observar o funcionamento do banco; a retirada de dinheiro em caixa eletrônico; o depósito de dinheiro, entre outros serviços prestados pelo banco. Após, os alunos e a professora foram até ao supermercado comprar algumas mercadorias, das quais compararam preços e data de validade. Ao passar pelo caixa do supermercado, observaram como é feito este trabalho de registro e pagamento, com emissão da nota fiscal.
Ao chegarem na sala de aula, os alunos trabalharam sobre a parte do valor que está na nota fiscal que é recolhida em forma de imposto, e aprenderam que, com este dinheiro, são feitas obras públicas, como escolas, ginásios, praças, entre outros. Para melhor compreender o tema, a professora organizou um mercadinho em sala de aula.
Além disso, as turmas do 1º, 2º, 3º e 4º anos, das professoras Elisiane Bortoluzzi Scrimini e Marise Cristiane Gehrke, realizaram uma visita ao supermercado, no qual os alunos foram divididos em grupos e cada um deles deveria pesquisar sobre determinados produtos, que, para agilizar o andamento da aula, foram estipulados pelas professoras. “Após a pesquisa, realizamos uma abordagem, através de conversas com os alunos, sobre a necessidade da pesquisa de preços antes de comprar determinados produtos, o entendimento do imposto sobre cada item, e o que é feito com os impostos que são arrecadados”, explicaram as professoras, acrescentando que depois da conversa com os alunos sobre o assunto, cada grupo elaborou um cartaz com os produtos que havia pesquisado do mercado e seu preço, apresentando seu trabalho para os colegas.
O tema transversal Educação Fiscal no município está em consonância com o Programa Nacional de Educação Fiscal, cujo objetivo geral é promover e institucionalizar a Educação Fiscal para o pleno exercício da cidadania. Conforme a lei, a secretaria municipal de Educação, Cultura e Desporto deverá promover a implementação, o desenvolvimento e a sustentabilidade da Educação Fiscal nas escolas do município, de forma ética e democrática, viabilizando ações de disseminação e fortalecimento do tema.

 

Projeto garante oportunidades de trabalho a jovens em Faxinal do Soturno

Município: Faxinal do Soturno

Maria Laurem está trabalhando na pasta municipal de Agricultura CRÉDITO: PREFEITURA MUNICIPAL DE FAXINAL DO SOTURNO/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Higor, Bruno, Vithória, Maria Lauren e Saulo são jovens de Faxinal do Soturno que estão participando do Projeto Construindo o Futuro, oferecido, em caráter experimental, pela secretaria de Assistência Social. Eles têm entre 16 e 18 anos, e, para participarem do projeto precisavam ser beneficiários de programas de transferência de renda, estarem em situação de vulnerabilidade e risco social, com evasão escolar e egressos de medidas socioeducativas. Um dos requisitos necessários de participação é que estejam matriculados na rede de ensino, pois o projeto visa a permanência do adolescente na escola e o preparo para o mercado de trabalho. “Inicialmente, contamos com cinco adolescentes no projeto, mas esperamos que dê certo com eles e que possamos dar oportunidade a outros”, disse a titular da Assistência Social, Mirele Eckert, acrescentando que, por participarem das atividades, eles recebem uma Bolsa Aprendizagem, como espécie de incentivo.
“Os cinco jovens realizam atividades durante a semana toda no turno inverso escolar. Na segunda-feira, passam por acompanhamento psicossocial com a assistente social e psicóloga do Centro de Referência Social (Cras), na terça e quarta-feira realizam atividades em um dos setores da Administração Pública, onde são acompanhados por um orientador e aprendem tarefas administrativas, na quinta e sexta-feira, participam de ações no Horto Municipal”, explica Mirele Eckert.
No horto, eles são acompanhados pelo tecnólogo em Agricultura Familiar, Neimar Alvez. Neimar afirma que já conhecia a maioria dos jovens e que é muito bom trabalhar com eles. Na primeira aula, já estavam montando um canteiro de couve flor.
“Este é o primeiro passo no nosso projeto, a ideia é a formação profissional, criar um banco de dados e direcioná-los para o mercado de trabalho”, destaca a coordenadora do projeto, Tatiana Nunes, acrescentando que no mês de março, os jovens receberam uma formação com a psicóloga Lia Cristina Biacchi sobre noções de ética, relações humanas no trabalho, informação profissional, entre outros. Higor Ferreira Prestes, 17 anos, da 8ª série, estuda na escola estadual Dom Antônio Reis, está na secretaria de Assistência Social, no atendimento ao público. Ele diz estar gostando, porque está aprendendo e isso ele considera importante para o seu futuro.
Maria Lauren Goulart, de 16 anos é aluna do 9º Ano da Dom Antônio Reis, está na secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, e também no atendimento ao público. Ela espera atender melhor e saber lidar ainda mais e melhor com as pessoas. Já Vithória Krug Ramos, também de 16 anos, do 1º ano do Ensino Médio, está atuando na secretaria de Administração e Gestão Financeira. No primeiro dia, já realizou serviços de Correios, trabalhos burocráticos e conheceu todos os setores da Administração.
Saulo dos Santos Oliveira, 16 anos, cursando a 7ª série na Dom Antônio Reis, está na secretaria de Obras e Serviços Públicos. Saulo realizou trabalhos burocráticos, como preenchimento de declarações dos funcionários, e Bruno Casarin, de 16 anos e no 2º ano Ensino Médio Politécnico, está na secretaria de Educação, Cultura e Desporto, fazendo digitação e cadastro de alunos para o transporte escolar, entre outros.

Faxinal do Soturno expõe à comunidade projetos realizados ao longo do ano

Município: Faxinal do Soturno

Foi encerrada, no último dia 16, a primeira Mostra de Projetos de Faxinal do Soturno. O evento foi realizado no Esporte Clube Cruzeiro, tendo como mestres de cerimônia as secretárias municipais Caroline Spanavello, de Educação, Cultura e Desporto, e Mirele Eckert, de Assistência Social. O objetivo da atividade foi integrar os diversos projetos e programas desenvolvidos no ano de 2014, encerrando as atividades de forma festiva. Além disso, foi uma oportunidade para levar ao conhecimento da comunidade as ações implementadas pela administração municipal neste ano através das parcerias firmadas.

A mostra reuniu 18 apresentações, incluindo judô, música, dança, entre outros projetos realizados. O local também foi preparado para o evento. As secretarias municipais montaram estandes, apresentando um pouco dos trabalhos realizados durante o ano que se encerra.

Ao fazer uso da palavra, o prefeito Volnei Savegnago explicou que o grande objetivo da mostra era fazer a comunidade conhecer aquilo que foi desenvolvido pelos alunos e professores do município no decorrer deste ano, além do trabalho realizado nas outras secretarias municipais. “A administração pública se sente honrosa em receber vocês aqui hoje. Agradecemos a todos que contribuíram para que pudesse acontecer esta noite, para mostrarmos aquilo que desempenhamos, com muito esforço de todos os profissionais envolvidos na realização de nossos projetos”, ressaltou.

Savegnago ainda destacou que, na mostra, foi possível perceber todas as secretarias engajadas. Ele também agradeceu aos pais por deixarem os filhos participarem dos projetos, para que fosse possível a concretização de uma noite tão especial. Entre os participantes do evento, estavam o vice-prefeito e secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Dirceu Casarin; secretários municipais e servidores.

Município busca legalizar agroindústrias

Município: Faxinal do Soturno

Buscar informações de como legalizar as agroindústrias na cidade, bem como as leis nas quais elas  devem se enquadrar e serem inspecionadas. Este foi o objetivo da reunião realizada no dia 24 entre a administração municipal e o assistente técnico da área de agroindústria do escritório regional da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural/Associação Sulina de Crédito e Assistência Rural. “Precisamos avançar e realizar ações concretas no sentido de legalizar as agroindústrias do Município”, disse o prefeito Volnei Savegnago (PT) ao engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar de Santa Maria, Eduardo Gelain disse

Gelain afirmou que, primeiramente, é preciso fazer um diagnóstico das agroindústrias e, enquanto  é  feito o levantamento de dados, serão promovidas ações concretas paralelas, como a realização de um Seminário para ouvir e informar os produtores. O secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Nestor Sarzi Sartori, relatou que já foi criado o Conselho Municipal de Agropecuária.

Participaram ainda da reunião o  médico veterinário da secretaria municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Clademir Luiz Hermes e representantes da Emater de Faxinal.