Adutora que vai beneficiar até 20 mil pessoas é inaugurada em Caxias do Sul

Município: Caxias do Sul

Solenidade contou com a presença de Daniel Guerra e dos moradores da Zona Oeste CRÉDITO: ADRIANO CHAVES/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Solenidade contou com a presença de Daniel Guerra e dos moradores da Zona Oeste CRÉDITO: ADRIANO CHAVES/DIVULGAÇÃO/CIDADES

O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) inaugurou, na tarde da última quinta-feira, a Adutora Forqueta. Trata-se de uma rede de água tratada do Sistema Samuara. A cerimônia ocorreu na Cooperativa Vitivinícola Forqueta e contou com a presença do prefeito Daniel Guerra; do diretor-presidente do Samae, Giovani Zappas; e de diversas autoridades, além da comunidade da região.
Durante o evento, o diretor de Planejamento Integrado do Samae, Gerson Panarotto, destacou a importância da obra que foi projetada pela autarquia para proporcionar melhorias nas condições de abastecimento de água da cidade. “Investimos cerca de R$ 2 milhões entre aquisição de materiais e execução das obras. A implantação de cerca de quatro quilômetros de tubulação garantirá tranquilidade a toda comunidade da Zona Oeste, garantindo mais água em quantidade e de qualidade”, destacou.
“Essa adutora significa uma melhoria permanente para a população, porque foi desenvolvida para suprir a demanda hídrica desta localidade. Mais de 8 mil pessoas serão beneficiadas inicialmente, podendo chegar a até 20 mil no futuro”, salientou o diretor-presidente da autarquia. Já o prefeito Guerra enfatizou o trabalho do Samae e agradeceu a compreensão da população. “Os servidores extremamente capacitados se dedicaram para entregar a melhor adutora possível e beneficiar não somente quem hoje vive aqui, mas também os futuros moradores. Essa obra impulsiona, ainda, o desenvolvimento local, as empresas e os empresários, além de melhorar ainda mais a qualidade de vida”, disse. O chefe do Executivo relembrou que, mesmo sem reajustar a tarifa da água neste ano, o Samae continua investindo em inúmeras obras em Caxias do Sul. “Isso mostra a excelente gestão que a autarquia vem fazendo. E mais obras vêm por aí”, anunciou.
Essa adutora faz parte do conjunto de obras que visam melhorar o sistema de abastecimento nas zonas Norte, Nordeste e Oeste da cidade, que exigiram um investimento de mais de R$ 26 milhões, recursos obtidos através de financiamento junto ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) II e recursos próprios da autarquia.
A obra, que se iniciou em janeiro deste ano, foi concluída no dia 15 de julho, cumprindo o prazo estipulado em contrato pela empresa terceirizada que realizou os serviços. Inicialmente, a adutora beneficiará cerca de 8 mil pessoas, podendo atender futuramente até 20 mil habitantes. A execução da obra ocorreu nas proximidades da ERS-122, incluindo a implantação de cerca de 4 mil metros de extensão em tubos para transportar água do sistema Samuara até os moradores do bairro Forqueta.
Atualmente, essa região é abastecida por uma adutora de menor porte, com água tradada do sistema Samuara. Em até 15 dias, a nova adutora estará em funcionamento, garantindo o aumento da oferta futura a fim de atender ao crescimento populacional da região para os próximos 20 anos.

Prefeitura de Caxias do Sul investe em reabertura de escola infantil

Município: Caxias do Sul

Instituição passou por reformas na estrutura do prédio CRÉDITO: PETTER CAMPAGNA KUNRATH/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Instituição passou por reformas na estrutura do prédio CRÉDITO: PETTER CAMPAGNA KUNRATH/DIVULGAÇÃO/CIDADES

A Escola de Educação Infantil Nosso Amiguinho foi entregue totalmente remodelada para os moradores da Zona Sul na última quarta-feira, dia 1. Após seis meses fechada para reformas, a instituição reabre para os estudantes depois de um trabalho em conjunto das secretarias municipais da Educação (Smed) e do Planejamento (Seplan).
A obra, considerada urgente devido às condições do prédio, incluiu reformas no telhado, piso, banheiros, rede elétrica e parte externa. As principais mudanças foram realizadas no telhamento, em que foram trocadas as calhas, reforçada a estrutura do telhado e colocadas telhas com revestimento termoacústico. Além disso, foi reformada toda a parte elétrica da escola, com colocação de novos equipamentos de telefonia, sistema contra descargas elétricas e iluminação de emergência. Os muros externos foram pintados, e o piso das salas e dos banheiros, trocado. O investimento do município foi de R$ 264 mil.
A escolinha faz parte da gestão compartilhada e será administrada pela EduCaxias. “Estamos satisfeitos por receber a Nosso Amiguinho reformada pela prefeitura. Essas melhorias são extremamente significativas para a comunidade, já que a escola acolhe as crianças do bairro Esplanada. Agora, elas poderão retornar para a sua rotina próxima de seus familiares, o que também representa mais tranquilidade para as famílias”, afirma Nestor Basso, supervisor da entidade.
Durante a reforma, os estudantes foram remanejados para outras instituições que atendem à Educação Infantil de Caxias do Sul. Neste ano, a escolinha terá uma turma de berçário I; duas de berçário II; duas de maternal I e II; e duas de jardim I, totalizando, aproximadamente, 100 crianças. Nos próximos dias, as famílias devem informar a Smed se os estudantes permanecem nas escolas ou irão para a Nosso Amiguinho. Após esse remanejamento, a secretaria disponibilizará essas vagas para a comunidade.
A secretária da educação Marina Matiello também reforça a importância da reforma para garantir a qualidade do aprendizado. “O governo municipal tem uma preocupação não só com os aspectos pedagógicos das escolas, mas também com a infraestrutura dos prédios escolares. Sendo considerada uma obra de urgência, não foram medidos esforços para realizarmos essa reforma. Entregamos à comunidade uma escola com condições mais adequadas que oportunizam melhor bem-estar e qualidade na rotina escolar”, completa. As férias de inverno acabaram e, na última terça-feira, dia 31 de julho, os 36 mil alunos das 82 Escolas Municipais de Ensino Fundamental de Caxias do Sul voltaram para a rotina escolar, iniciando o segundo semestre letivo.

Academia e parque são entregues para o bairro Pioneiro em Caxias do Sul

Município: Caxias do Sul

Inauguração foi realizada no dia 12 de julho, com a presença do prefeito Daniel Guerra CRÉDITO: MATEUS ARGENTA/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Inauguração foi realizada no dia 12 de julho, com a presença do prefeito Daniel Guerra CRÉDITO: MATEUS ARGENTA/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Os moradores do bairro Pioneiro e das proximidades ganharam uma academia popular e um parque infantil novos, entregues pela secretaria municipal do Esporte e Lazer (Smel). A inauguração ocorreu na tarde de 12 de julho e contou com a presença do prefeito Daniel Guerra e do titular da Smel, Paulo Eugênio Gedoz de Carvalho. O conjunto também contempla equipamentos para Pessoas com Deficiência (PCDs).
A academia atende a um maior público em relação às demais, já que os novos aparelhos são destinados a adultos, crianças e cadeirantes. O prefeito relembrou que a reivindicação de uma academia no bairro era solicitada há anos e que, agora, foi atendida. “Hoje, é um dia muito especial, pois estamos entregando esse equipamento público a uma comunidade ativa, como a de vocês. Aproveito para agradecer aos servidores da Smel que estão no dia a dia ouvindo as demandas da população. Que, juntos, possamos nos unir pelo o que é importante para a cidade”, complementou Guerra.
O titular da Smel reforçou a iniciativa dos moradores. “Recebemos essa demanda e avaliamos diversos critérios para instalar uma academia aqui, como demanda geográfica e demográfica, e a própria atitude da comunidade. Aproveitem e cuidem desse espaço, que é de vocês”, explicou Paulo Eugênio. Também estavam presentes na inauguração o secretário do Trânsito, Transportes e Mobilidade, Cristiano de Abreu Soares; o titular da Coordenadoria de Relações Comunitárias, Claudir Bittencourt; e líder de governo, vereador Chico Guerra.
Nesta administração, os projetos de lazer unirão as academias populares e os parques infantis. Os objetivos são de auxiliar no combate à inatividade física e alertar para as desvantagens de levar uma vida extremamente sedentária, proporcionando momentos de lazer aos seus frequentadores. É o caso do soldador Ricardo Ribeiro, que trouxe os netos para brincar no primeiro dia de atividades. “Isso aqui é muito bom. Fazia tempo que queríamos um espaço desses no Pioneiro. Antes, a gente precisava ir até os Pavilhões da Festa da Uva para usar a academia, agora está pertinho de casa”, contou.
A academia ao ar livre contempla um multiexercitador conjugado com seis funções, uma pressão de pernas duplo conjugado, um simulador de remo individual e um abdominal individual. Para os PCDs, são disponibilizados um supino e uma remada individuais. Já o parque infantil conta com um balanço duplo, um escorregador individual e uma gangorra dupla. Os equipamentos foram desenvolvidos para ambientes abertos, com o objetivo de estimular a coordenação motora, além de fortalecer a musculatura, melhorar a capacidade cardiorrespiratória e a mobilidade das articulações. O investimento para o espaço foi de R$ 9,8 mil.

Estudantes produzem pães destinados à entidade de Caxias do Sul

Município: Caxias do Sul

Evento Formandos em Ação é uma iniciativa com patrocínio da UCS e apoio dos cursos de Gastronomia e Nutrição CRÉDITO: CLAUDIA VELHO/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Evento Formandos em Ação é uma iniciativa com patrocínio da UCS e apoio dos cursos de Gastronomia e Nutrição CRÉDITO: CLAUDIA VELHO/DIVULGAÇÃO/CIDADES

O último fim de semana foi para cerca de 40 alunos do Ensino Médio de diferentes escolas da cidade literalmente colocarem a mão na massa. Os estudantes participaram do evento Formandos em Ação, no Centro de Convivência do Campus-Sede da Universidade de Caxias do Sul (UCS), na tarde de domingo, dia 8 de julho, e foram desafiados, em equipes, a misturar ingredientes, sovar a massa e criar pães.
Os acadêmicos de Tecnologia em Gastronomia, que já cursaram a disciplina de panificação, orientaram os jovens cozinheiros na elaboração dos pães, enquanto o professor de Panificação, Gilvan Bertinati, conduziu a produção da receita. Os pães, doados à Associação Criança Feliz, foram destinados para o café da manhã dos pequenos atendidos pela entidade na última segunda-feira, dia 9.
Coordenadora do curso de Tecnologia em Gastronomia, Bruna Dachery reforça que a iniciativa de ter um caráter beneficente também possibilitou aos alunos a prática gastronômica, além de uma visão interdisciplinar sobre os alimentos. Além do curso de Gastronomia, os professores de Nutrição alertaram os estudantes quanto aos benefícios nutricionais dos alimentos.
“Houve uma integração bastante forte entre duas áreas que caminham juntas: a Nutrição, que destaca as características saudáveis dos alimentos, e a Gastronomia, na produção direta das receitas”, explicou Bruna. Ela reforça que a atividade teve um aspecto bastante prático e tentou simular as aulas do curso de Tecnologia em Gastronomia, em que há a valorização do aprendizado ativo do acadêmico.
O evento Formandos em Ação é uma iniciativa com patrocínio da UCS e apoio dos cursos de Gastronomia e Nutrição. A atividade integra a programação do Projeto Play Experience, promovida pelo grupo Project Play Eventos, com a parceria do programa de relacionamento UCS Minha Escolha.
Aprendizado gastronômico
Quem passava entre uma mesa e outra podia conferir a habilidade de Ronald Dal Olmo, de 17 anos, ao juntar os ingredientes e manusear a massa. Estudante do terceiro ano do Colégio Imigrante, ele dividia com a colega de turma, Caroline Ascari, da mesma idade, a missão de confeccionar 10 pães, ornados com sementes de gergelim. “Não tinha experiência na produção de pães, mas já tinha visto minha mãe e minha tia fazendo pão. Acho que veio daí minha habilidade”, explica.
Para as estudantes do Colégio La Salle Maria Isabela Spido e Ana Biondo, ambas de 17 anos, a tarde de panificação era só alegria e aprendizado. Contentes com a atividade, elas confessaram que nunca tinham produzido pães anteriormente. “Foi muito interessante, porque não é algo comum para nós”, confessou Ana. Elas também precisaram criar uma dezena de pães e ficaram surpresas ao ver o resultado após a fermentação da massa. Quando os pães saíram do forno e puderam saborear o resultado, elas demonstraram ainda mais alegria. “Ficou muito bom! Espero que tenhas outras edições do evento”, reforçou Ana, enquanto a colega Maria Isabela lembrava que a atividade também tem um sentido solidário.
O aprendizado gastronômico também alegrou os colegas do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) Leonardo de Siqueira da Rosa e Thiago Lima dos Santos, de 18 anos. Na escola, eles fazem o Ensino Médio em paralelo ao curso Técnico em Fabricação Mecânica e elogiaram o aprendizado que o evento possibilitou. Os estudantes participaram do Formandos em Ação, a partir de um convite do Grêmio Estudantil da Escola, e ficaram contentes com a oportunidade.

Mercado Chic Boutique eleva o consumo sustentável em Caxias do Sul

Município: Caxias do Sul

Edição do evento com curadoria da caxiense Luciana Alberti ocorrerá sábado, no Complexo Fabbrica CRÉDITO: RAFAEL SARTOR/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Edição do evento com curadoria da caxiense Luciana Alberti ocorrerá sábado, no Complexo Fabbrica CRÉDITO: RAFAEL SARTOR/DIVULGAÇÃO/CIDADES

O Mercado Chic Boutique chega à sua 9ª edição e vem ganhando cada vez mais visibilidade. Idealizado pela caxiense Luciana Alberti, o projeto, que proporciona um mix de feirinha de arte, moda, acessórios, decoração e comidinhas, reunidos com um conceito do consumo sustentável e produção artesanal, é uma vitrine para o trabalho de novos empreendedores. A nova edição ocorrerá neste sábado, a partir das 11h, no Complexo Gastronômico e Cultural Fabbrica, em Caxias do Sul.
O projeto iniciou suas atividades com uma feira ao ar livre com 10 expositores em 2016, com o objetivo de mostrar a força e a qualidade de projetos autorais de designers, artistas plásticos e artesãos. Os produtos expostos são criados manualmente em pequena escala, prezando pelo consumo ético, em contrapartida ao movimento fast fashion, que tomou conta do setor nos últimos anos.
“O Mercado Chic é uma experiência de compra diferente. Os visitantes falam cara a cara com quem produz, passeiam e se divertem. Nasci no meio da moda e me criei vendo minha bisavó fazendo macramê, minha avó fazendo crochê e minha mãe bordando. Trabalhei no setor e me deparei com uma guerra de preços que resulta em mercadorias de baixa qualidade. Por isso, iniciei a luta pelo slow fashion, dando oportunidade para esses criadores”, explica a idealizadora do projeto, Luciana Alberti.
Com o crescimento da proposta, que chega a receber mais de mil visitantes por evento, Luciana conta, hoje, com uma cartela de 40 marcas, entre outras propostas de parcerias a cada edição. Para expandir o negócio, ela planeja agregar uma plataforma de e-commerce para apresentar o trabalho desses produtores, além de expandir o evento físico para outras cidades, como Gramado, Porto Alegre e Florianópolis.
Para a edição deste sábado, já estão confirmadas as marcas Adri Resende, Adriana Armazém e Arte, Alessandra Mattos, Andy Store, Asbah, Autoria, Ares do Mato, Arte no Tear, Day Mussoi, Bárbara Dambrós, Bella Donna, By Alle, Roberta Boff, Lis Faria, Carla Carlin, Autoria, Anebelle, Carmen Venzons, Dazzle, Essência Bruxa, Fiamma Velas, Detalhe Básico, Calleya, Divinittá, Gabriela Vergani, Gi Telve, Grife do Gato, Grammophone, Hi-lo, Hyppie Chick, Isso é Ócio, Jaque Pauletti, Josefina Camisaria, Julio Vinil, Coresmores, Hernan, Kur Cosméticos, La Decora, Lavish, Coisas de Gurias, Diego Molesquines, Pantai, Mole Bags, Me Voy, Nó em Pano, Rachi Vanin, Raquel Romani, Sall, Shambala, Sisters, Nó de pinho, T&G, Tanara Mallmann, Vanessa Pigatto, Zorzi, Lise Mosaicos, Vander Linder, Vereda e Zancanaro.
A novidade ficará por conta da estreia do Projeto Quitandinhas, um espaço gourmet integrado ao Mercado Chic, dedicado, especialmente, à gastronomia, com degustação de vinhos e drinks. A ideia é valorizar a cozinha criativa e sustentável, com o trabalho de chefs selecionados.