Dia de Campo em Camargo leva informações sobre a cultura da soja

Município: Camargo

Evento, realizado no último dia 14, reuniu cerca de 230 agricultores de 10 municípios CRÉDITO: VANESSA DE MORAES/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Evento, realizado no último dia 14, reuniu cerca de 230 agricultores de 10 municípios CRÉDITO: VANESSA DE MORAES/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Soja foi o tema central do Dia de Campo realizado na última quinta-feira, dia 14, no município. O evento, que reuniu cerca de 230 agricultores de 10 municípios, teve como local a propriedade da família de Clivânio e Clademir Zanella, na comunidade São Pedro do Gramado. O evento foi uma promoção da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), prefeitura de Camargo e Lavoro John Deere. A Emater abordou três importantes temas em suas estações técnicas. Um deles foi os efeitos da erosão e a conservação de solos, apresentados de forma didática, com o uso de um simulador de chuva, na estação apresentada pelo engenheiro agrônomo da Emater, Rafael Goulart Machado. Ele reforçou a importância do Sistema Plantio Direto como um todo, ou seja, com rotação de culturas, com plantio em nível e outras práticas que fazem parte do sistema, visando a conservação do solo.
Os engenheiros agrônomos da Emater Luiz Fernando Pontel Oliveira e Rodrigo Batistella apresentaram informações sobre a velocidade de semeadura e as suas influências sobre a uniformidade de plantio e de germinação, profundidade de semeadura, população final das plantas, produtividade, entre outros. Já o engenheiro agrônomo, também da Emater, Elder Dal Prá, abordou o tema tecnologia de aplicação, dando destaque para a importância de ver o todo e não apenas as ponteiras de aplicação. Ele ressaltou que é preciso entender e conhecer o alvo, as condições de ambiente como temperatura, umidade, velocidade do vento, em que fase está a cultura para ter sucesso nas aplicações.
Duas estações técnicas foram apresentadas pela Lavoro John Deere. Uma sobre equipamentos de agricultura de precisão, com o engenheiro agrônomo Martin Grahl, e outra sobre irrigação, com o engenheiro agrônomo Alessandro Konzen. O gerente regional da Emater de Passo Fundo, Oriberto Adami, ressaltou o compromisso da instituição como desenvolvimento local e regional e fez relação do desenvolvimento com o conhecimento. “Estamos fazendo um resgate de uma tradição da Emater, em ser referência técnica para a agropecuária gaúcha”, disse ele, ressaltando a importância da cultura da soja para o Estado. No próximo ano, no mês de fevereiro, mais dois Dias de Campo sobre soja serão realizados na região, um em Barracão, no dia 23, e outro em Coxilha, dia 27.
A prefeita de Camargo, Eliani Mesacasa Trentin, enalteceu o trabalho da Extensão Rural. “Mais de 60% da arrecadação do nosso município vem do setor primário. Temos que incentivar que os produtores sigam se desenvolvendo”, frisou. O produtor anfitrião, Clivânio Zanella, também parabenizou e agradeceu ao trabalho da Emater. “Desde meus 11 anos lembro de ter assistência técnica da Emater. Temos o que temos pela Emater. Agradecemos por termos sido escolhidos para esse Dia de Campo, são poucas as oportunidades da vida e a gente tem que aproveitar. Aproveitem esse dia”, falou. Também estiveram presentes o gerente da loja Lavoro John Deere de Casca, Ricardo Coradi; o coordenador regional da secretaria Estadual da Agricultura, Amadeo Oliveira; o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Marcos Pagnussat; o vice-prefeito, Dilmovã Portella Cavalini; e o secretário municipal da Agricultura, Fernando Miri.