Trilha Filarmônica encanta cidade em concerto

Município: Arroio Grande

O Centro Cultural Basílio Conceição, em Arroio Grande, ficou lotado para prestigiar os mais de 130 artistas do Projeto Trilha Filarmônica que subiram ao palco no último sábado, dia 18. Entre coro, orquestra filarmônica e os solistas convidados Elisa Machado (soprano), Francis Padilha (barítono) – ambos de Porto Alegre – e Igor Schäfer (tenor) – de Pelotas -, o espetáculo encantou a todos os gostos, apresentando de música clássica a sucessos do rock e canções brasileiras. A iniciativa, que está promovendo eventos com entrada franca para a comunidade em cidades do Sul do Estado, é coordenada pela Sociedade Pelotense Música Pela Música – SPMM – e conta com patrocínio da Fibria e do Instituto Votorantim, via Lei Rouanet.

Com gêneros que passaram por compositores eruditos consagrados, a apresentação teve ápice na interação com a plateia durante a ópera Orfeu no Inferno, em que seu tradicional cancan ganhou a marcação dos compassos com palmas. Na execução da obra Carinhoso, de Pixinguinha, o maestro Sergio Sisto chamou todos para cantar com o coro. “Gostei muito. É a primeira vez que vejo um concerto ao vivo”, destacou Valdair Ávila, 62 anos, que estava entre o público.

A secretária municipal de Cultura, Madelaine Andreuchete Mendes, também elogiou. “Só podemos agradecer que um espetáculo desse porte vá aos municípios pequenos, em que grande parte da população nunca teve acesso”. Até o final do ano, o Projeto Trilha Filarmônica ainda passará por Pelotas, Piratini e São José do Norte, em um total de cinco concertos na edição 2012. Desde o início da parceria com a Fibria e o Instituto Votorantim, em 2011, as apresentações gratuitas já passaram também por Jaguarão, Bagé, Pedras Altas e Canguçu.