Blitz informa sobre a proibição de carroças no Centro de Canoas

Município: Canoas

Como alternativa, recicladores receberam bicicletas ecológicas, batizadas de Bikeco CRÉDITO: VINICIUS THORMANN/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Como alternativa, recicladores receberam bicicletas ecológicas, batizadas de Bikeco CRÉDITO: VINICIUS THORMANN/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Com o objetivo de informar os canoenses sobre o Programa Canoas Sem Carroças e mobilizar a população como agentes multiplicadores de boas práticas, a prefeitura realizou, no dia 28 de junho, uma blitz educativa na avenida Victor Barreto. Na ocasião, os condutores receberam material informativo sobre a proibição da circulação de carroças no Centro da cidade, no trecho delimitado entre a rua Regente Feijó a Norte, avenida Getúlio Vargas a Leste, avenida Inconfidência ao Sul e avenida Victor Barreto a Oeste. Além disso, receberam informações sobre o Bikeco, nome dado às bicicletas ecológicas oferecidas como uma alternativa aos recicladores do Centro.
O coordenador do Programa Canoas Sem Carroças, Alex Szekir, explica que, neste primeiro momento, as ações serão educativas, comunicando a população e os carroceiros sobre as novas regras. “A blitz visa utilizar a população como agentes multiplicadores do projeto, para que essa iniciativa se espalhe para toda a sociedade. Ainda realizaremos mais ações nesse sentido em outros pontos da cidade”, completa. Os condutores abordados na blitz aprovaram a iniciativa: “Acho a determinação da prefeitura espetacular, porque, além de melhorar o trânsito, os cavalos vão parar de ser maltratados”, afirma o técnico em agropecuária aposentado, Ivan da Maia.
A ação contou com a participação das secretarias do Meio Ambiente, de Desenvolvimento Social, de Serviços Urbanos, de Transportes e Mobilidade, e de Desenvolvimento Econômico; e da Fundação Municipal de Saúde de Canoas. Segundo o secretário de Transportes, Ademir Zanetti, a ação é uma extensão das atividades educacionais desenvolvidas pela Unidade de Educação no Trânsito, que tem o intuito de fornecer informação e conhecimento à população. Zanetti ainda lembra que o Centro já recebeu as placas de sinalização que demarcam o perímetro em que a circulação de carroças está proibida.
O Programa Canoas Sem Carroças se constitui em uma política pública abrangente que prevê uma série de ações que vão além da simples proibição da circulação dos Veículos de Tração Animal (VTA). Entre elas está o cadastramento social de carroceiros, ações de qualificação e de inserção no mercado de trabalho dos condutores de veículos de tração animal, adequação e qualificação da coleta seletiva de resíduos sólidos na região onde está sendo implantado o programa, melhorias na mobilidade urbana e defesa animal.