Vindima é atração no período de Carnaval no Vale dos Vinhedos

Município: Vale dos Vinhedos

Roteiro mantém sua programação da colheita, oferecendo atrativos para quem busca tranquilidade CRÉDITO: ACERVO APROVALE/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Roteiro mantém sua programação da colheita, oferecendo atrativos para quem busca tranquilidade CRÉDITO: ACERVO APROVALE/DIVULGAÇÃO/CIDADES

O Vale dos Vinhedos é atração nas quatro estações do ano. A cada mudança da natureza, uma nova programação inspirada na estação é ofertada aos visitantes. Até março de 2017, a região vive a Vindima, a colheita da uva, com uma intensa e variada gama de atividades dedicadas àqueles que desejam ter experiências inspiradas na colheita. Durante o Carnaval, não será diferente. Os empreendimentos da rota estarão abertos em todos os dias de folia, oferecendo, além das visitas tradicionais, atividades diferenciadas inspiradas na colheita da uva. O objetivo é apresentar alternativas para aqueles que desejam tranquilidade, sem deixar de curtir o fim de semana de Carnaval.
As programações são variadas: colheita e pisa das uvas, pacotes de hospedagem inspiradas no período, piqueniques em meio às videiras carregadas de uvas, gastronomia inspirada na estação, cursos de degustação, harmonização, festas e passeios de resgate cultural, degustação às cegas e degustação vertical são algumas das ofertas. Para aqueles que desejam curtir a natureza e, mesmo assim, não dispensam uma festa no Carnaval, o Vale dos Vinhedos apresenta duas atrações: o Carnavale no Wine Garden e o Burguer & Beer no Valle Rustico Restaurante. A proposta de ambos os eventos é aliar boa música e gastronomia de qualidade aos vinhos e cervejas da região, para aproveitar com grandes amigos em meio à natureza. O Carnavale do Wine Garden acontecerá de 24 a 28 de fevereiro, das 10h à 1h. E o Burguer & Beer acontecerá no dia 28 de fevereiro, das 12h às 21h.
A Comunidade do Vale dos Vinhedos também oferece uma proposta diferente para homenagear a cultura e os antepassados. Na Festa da Cuccagna, que será realizada no dia 25, a colheita do salame e a árvore da fartura são a grande atração, aliada ao famoso merendin, com as delícias gastronômicas da nossa região
Para quem tem interesse em se hospedar na região do Vale dos Vinhedos, a dica é reservar o quanto antes as diárias. O período de Carnaval é um dos mais movimentados do período da Vindima, e as pousadas e hotéis ofertam pacotes temáticos. A expectativa é de que cerca de 7 mil pessoas passem o carnaval em meio às belezas do Vale dos Vinhedos. No blog do roteiro (www.valedosvinhedos.wordpress.com/canavalvaledosvinhedos), é possível ter acesso à programação completa de Carnaval e também aos horários de atendimento dos atrativos.

 

Univates recebe intercambistas de cinco países neste semestre em Lajeado

Município: Lajeado

Estudantes foram recepcionados na última quarta-feira, dia 15 de fevereiro CRÉDITO: ARTUR DULLIUS/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Estudantes foram recepcionados na última quarta-feira, dia 15 de fevereiro CRÉDITO: ARTUR DULLIUS/DIVULGAÇÃO/CIDADES

As aulas dos cursos de graduação, sequenciais e técnicos começam nesta quinta-feira na Univates. Este é o momento que marca o início de uma nova experiência para alguns estudantes, como os calouros e os intercambistas. A última quarta-feira, dia 15 de fevereiro, foi de encontro entre para os 29 intercambistas que chegam à instituição neste semestre. A atividade foi de integração e conhecimento da estrutura local.
Os acadêmicos são oriundos de cinco países, sendo eles Colômbia, Argentina, México, Suíça e Finlândia. Thomas Brignoni é estudante de Administração e surpreendeu os demais colegas intercambistas. O acadêmico vem da cidade de Genebra, na Suíça, e fala português fluentemente. “Minha mãe é brasileira, natural de Salvador, na Bahia. Então, ela falava português comigo em casa. Além disso, eu já vim várias vezes ao Brasil”, conta. Segundo Brignoni, o interesse dos amigos em conhecer o Brasil e a infraestrutura da instituição foram determinantes para a escolha do intercâmbio. “Meus dois amigos queriam tanto vir ao Brasil, então vim acompanhá-los. Além disso, vi que a infraestrutura da Univates era muito boa, por isso optei pelo Sul”, lembra Thomas.
Já Daniel Martínez veio da Universidade Uniminuto, da Colômbia, e é o primeiro intercambista cadeirante que a Univates recebe. Estudante de Jornalismo, Daniel garante que, durante o período, pretende aprender a falar a Língua Portuguesa. “Eu estudei a língua durante três meses antes e agora espero conseguir colocar em prática o aprendizado”, afirma. Para ele, além da expectativa de ter uma nova experiência, havia também a necessidade de um campus adaptado conforme as normas de acessibilidade. “Eu vi que o campus da Univates era muito bonito e estava adaptado. Algumas colegas minhas que estavam aqui também me indicaram a instituição e isso foi determinante para a minha vinda”, garante o estudante, salientando o apoio e a preocupação da instituição com a sua vinda. “A Univates me mandou vários e-mails e perguntas antes da minha viagem para saber o que eu precisava, e quando cheguei estava tudo perfeito”, conclui.
Os estudantes permanecem na instituição até o mês de julho. Alunos da Univates também podem fazer intercâmbio em cidades que tenham universidades conveniadas. Mais informações podem ser obtidas no site www.univates.br/intercambio.

 

Primeira Infância Melhor de Viamão seleciona e capacita visitadores

Município: Viamão

Capacitação tem duração de 40 horas e se encerra hoje, no auditório da secretaria de Educação CRÉDITO: PREFEITURA MUNICIPAL DE VIAMÃO/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Capacitação tem duração de 40 horas e se encerra hoje, no auditório da secretaria de Educação CRÉDITO: PREFEITURA MUNICIPAL DE VIAMÃO/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Na última terça-feira, dia 14 de fevereiro, teve início o processo seletivo e de capacitação de novos visitadores do programa Primeira Infância Melhor (PIM). A ação tem como objetivo selecionar estudantes de cursos de níveis técnico e superior, nas áreas ligadas à Saúde, Educação e Serviço Social, que irão atuar como visitadores do programa, na condição de estagiários. A capacitação tem duração de 40 horas e se encerra hoje, no auditório da secretaria municipal de Educação, no calçadão Tapir Rocha, no Centro.
Participaram da cerimônia de abertura os secretários municipais de Educação, Saúde e Cidadania e Assistência Social, que deram boas-vindas ao grupo. Para o secretário Carlos Bennech, a capacitação é importante, pois vai preparar os futuros visitadores para atuarem nas comunidades, orientando as famílias e gestantes sobre a importância do desenvolvimento das crianças de zero a seis anos incompletos. A secretária de Cidadania e Assistência Social Maria Rita Cardozo explicou que a função exige muito empenho e dedicação de cada visitador, pois são eles que estarão na linha de frente, mudando a vida das pessoas. Já o secretário interino de Saúde, Luis Augusto Carvalho, explicou que o trabalho do PIM de Viamão é referência para outras cidades, estados e órgãos internacionais, e que a maior missão do programa é fazer a diferença na vida das pessoas.
A capacitação é coordenada pelo Grupo Técnico Municipal (GTM) e Monitoras do PIM e entre os temas abordados durante o curso estão apresentação e histórico do PIM no município; o perfil e as atribuições dos visitadores do PIM; apresentação e processos de trabalho das secretarias que estão envolvidas no programa (Saúde/Educação/Assistência Social); saúde da mulher e saúde da criança; metodologia dos atendimentos; além de relatos de experiências dos visitadores que já atuam no programa.
Prefeitura lança nova fase da campanha de combate ao mosquito da dengue no município
No município, a nova fase da Campanha Somos todos Viamão contra o mosquito foi lançada na última terça-feira, dia 14 de fevereiro, com a assinatura do Decreto Executivo nº 07/2017, que instituiu o Gabinete Gerencial de Crise para enfrentamento e combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue, a febre amarela, a chikungunya e o zika vírus. As ações têm como objetivo reforçar os trabalhos de conscientização e seguem até o mês de julho, unindo esforços das secretarias municipais da Saúde, de Meio Ambiente, de Educação, de Cidadania e Assistência Social, de Cultura, de Esporte e Lazer, de Desenvolvimento Econômico, da Fazenda, de Obras e de Planejamento Urbano e Habitação.
A apresentação da campanha foi feita pelo prefeito André Pacheco, que explicou que o objetivo é envolver toda a população para o efetivo enfrentamento ao mosquito. Além disso, será realizado o trabalho de monitoramento e visitas às residências, orientando a comunidade sobre a correta limpeza e disposição de objetos e resíduos para evitar o acúmulo de água, distribuindo panfletos orientativos e identificando os locais com descarte de lixo irregular, como terrenos baldios e casas abandonadas.
O prefeito destacou, ainda, que a Lei Municipal nº 4.384/2015, de Limpeza Urbana, será aplicada em todo o território do município, destacando-se as multas para quem realiza destino incorreto de lixo e descarte de restos de obras, móveis etc. As denúncias serão acolhidas pelo serviço público de ouvidoria Fala Cidadão, pelo telefone 156, e para denunciar é preciso registrar com fotos ou filmagem o momento em que a pessoa está fazendo o descarte incorreto do lixo, bem como o número da placa do veículo ou outros registros, enviando para o e-mail falacidadao@viamao.rs.gov.br .
“Não podemos deixar que haja casos de doenças decorrentes do mosquito Aedes aegypti em nosso município por acúmulos de lixo. Queremos que as pessoas também tenham responsabilidade sobre o descarte correto do resíduo, porque o lixo mal destinado pode se tornar um problema sério de saúde”, explicou Pacheco.
Por fim, o prefeito explicou que, a partir do próximo mês de março, ele irá realizar visitas às escolas do município, juntamente com os agentes de saúde, para orientar os alunos sobre como eliminar os focos do Aedes aegypti e prevenir as doenças transmitidas pelo mosquito, além de instruir os estudantes das instituições sobre de que forma o descarte do lixo deve ser realizado. A intenção é trabalhar a educação ambiental entre os alunos da rede de ensino municipal. O encontro de lançamento da nova fase da campanha ocorreu no auditório do Centro Profissional Walter Graff e, entre os presentes, estavam secretários municipais, vereadores, servidores municipais e membros da sociedade civil organizada.

 

Casinhas literárias de Garibaldi são lançadas na Buarque de Macedo

Município: Garibaldi

Iniciativa, que integra o Projeto Garibaldi: município leitor, foi lançada na última segunda-feira CRÉDITO: PRISCILA PILLETI/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Iniciativa, que integra o Projeto Garibaldi: município leitor, foi lançada na última segunda-feira CRÉDITO: PRISCILA PILLETI/DIVULGAÇÃO/CIDADES

A rua Buarque de Macedo conta com um novo atrativo desde a última segunda-feira, dia 13 de fevereiro: as casinhas literárias do Projeto Bibliopraça: Borbulhas do Saber, que disponibiliza livros para a comunidade. A ideia é que o público pegue um livro para ler no local ou em casa e depois devolva a uma das casinhas ou repasse para outra pessoa. O projeto público é pioneiro na Serra gaúcha.
As idealizadoras do projeto, as então acadêmicas de Pedagogia Aline Emer e Lusiana Chesini, emocionaram-se ao ver sua ideia colocada em prática. “Temos orgulho de fazer parte de um município que busca, cada vez mais, o desenvolvimento intelectual de seus habitantes. Fica nosso convite para que todos venham conhecer as casinhas, que são espaços para o convívio social e cultural”, afirmaram durante a cerimônia de lançamento do projeto.
As Bibliopraças integram o Projeto Garibaldi: município leitor, que conta com grande adesão da maioria das escolas e de empresas há quatro anos. “Acreditamos no poder transformador da leitura, temos que criar essa cultura”, afirmou a secretária de Educação Simone Rosanelli Chies. “Pedimos à comunidade que colabore conosco na manutenção das casinhas”, acrescentou. O prefeito Antonio Cettolin parabenizou as idealizadoras do projeto, que une a iniciativa cultural com o patrimônio histórico municipal. “Temos a confiança de que o cuidado com as casinhas mostrará que temos um município rico em cultura”, afirmou em seu pronunciamento.
O evento ainda contou com a presença das estudantes do Ensino Fundamental que deram nome às casinhas, Lilian do Carmo Silva Tozin e Mariana Salvi, que receberam na ocasião o prêmio por vencerem o concurso. A apresentação do projeto ainda contou com a animação das artistas Paloma e Miqüi.
As casinhas estão localizadas na praça no entrocamento da avenida Independência com a rua Buarque de Macedo (em frente à Bella Ragazza), na Praça Irmão Pacômio e na rua Buarque de Macedo, próximo à Praça Loureiro da Silva. A reposição dos exemplares ficará a cargo da Biblioteca Pública Municipal Frei Miguel e das criadoras do projeto. Quem quiser doar livros, pode procurar a biblioteca.
Oficinas gratuitas no Centro São José recebem inscrições
A prefeitura, por meio da secretaria de Habitação, Trabalho e Assistência Social mantenedora do Centro Social, Cultural e Educacional São José, está em fase de preparação para abrir as portas aos alunos na próxima segunda-feira, dia 20. Após reparos na estrutura e a integração da equipe de professores realizada na última semana, as oficinas estão sendo planejadas para acompanhar o ano letivo.Com o objetivo de oferecer uma medida de proteção a crianças e jovens no contra turno escolar, o centro oferece atividades gratuitamente pela manhã e tarde. As oficinas específicas são artesanato, violão, canto, capoeira, dança, jiu-jitsu, banda, teatro e informática. Além disso, os alunos contam com acompanhamento psicológico, visando sua autoestima, e os menores de 10 anos terão professores de referência.Toda a criança ou adolescente de cinco a 15 anos de idade pode participar das oficinas, desde que compareçam, pelo menos, três vezes por semana. As atividades são direcionadas, principalmente, a famílias inscritas no Cadastro Único do Centro de Referência em Assistência Social (Cras).Conforme explicam os professores que conduzem as oficinas, o objetivo é disponibilizar atividades no tempo livre das crianças, evitando expô-las a situações de vulnerabilidade. Mas mais do que a frequência, é essencial que os alunos gostem das atividades que aprendem e que tenham vontade de participar – retorno que costumam observar nas crianças que já integram as oficinas.Há 150 vagas, divididas entre os dois turnos. Para inscrições e mais informações, deve-se contatar o Centro Social, Cultural e Educacional São José, junto ao Hotel Mosteiro São José, ou pelo telefone (0xx54) 3462-8155.

 

Fimec recebe ações voltadas para tecnologia no setor coureiro em Novo Hamburgo

Município: Novo Hamburgo

Evento acontece entre os dias 14 e 16 de março, nos pavilhões da Fenac CRÉDITO: TALENTTARE/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Evento acontece entre os dias 14 e 16 de março, nos pavilhões da Fenac CRÉDITO: TALENTTARE/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Um evento completo para a cadeia do calçado, a Feira Internacional de Couros, Produtos Químicos, Componentes, Equipamentos e Máquinas para Calçados e Curtumes (Fimec), que acontece de 14 a 16 de março, nos pavilhões da Fenac, leva, além da exposição de produtos, eventos e ações que envolvem entidades parceiras e apoiadores. “Desenvolvemos uma parceria com as entidades setoriais, que estão criando ações para gerar mais oportunidades de negócios para visitantes e expositores. Esperamos que as nossas ações nesta nova gestão façam com que ainda mais oportunidades sejam criadas e auxiliem no desenvolvimento econômico do setor e da região”, afirma o diretor-presidente da Fenac, Marcio Jung.
Intitulada Couro: negócios e tecnologia, a ação engloba vários eventos dentro dos três dias: Visita ao Curtume Modelo de Alta Tecnologia do Instituto Senai, promovido pela Associação Brasileira das Indústrias de Máquinas e Equipamentos para Couro e Calçados (Abrameq), em parceria com o Centro Internacional de Convenções do Brasil (Cicb); FF Exchange, uma rodada de negócios que reúne compradores e vendedores de couro idealizada pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) em parceria com Assintecal, CICB e Abrameq; Projeto Comprador que se divide em dois momentos, um como parte do projeto By Brasil Components and Chemicals, promovido por Assintecal e Apex-Brasil, e outro que contempla o projeto Brazilian Shoes Leather Machinery, programa da Abrameq e da Apex-Brasil, ambos com objetivo de trazer compradores para os três dias de Fimec.
Um dos principais objetivos da Fimec é promover a renovação do conhecimento através do lançamento de inovações tecnológicas. Por isso, a programação de 2017 do evento contará com a realização de visitas ao Curtume Modelo do Instituto Senai de Tecnologia em Couro e Meio Ambiente, em Estância Velha. Os visitantes verão a produção real de couros com a utilização das mais avançadas máquinas e tecnologias. As visitas ocorrerão na parte da manhã, com grupos de até 40 pessoas e saídas em frente ao credenciamento da Fimec, às 9h, com retorno 12h, e 9h30min, retornando 12h30min.
Em 2014, o instituto investiu R$ 15 milhões em tecnologias avançadas para modernização de seu curtume escola, sua estação de tratamento de efluentes e seus laboratórios técnicos, sendo referência nacional e internacional nas áreas de tecnologia do couro e de meio ambiente. A iniciativa é da Abrameq, com apoio da AICSul, Assintecal, Abqtic, Fenac, CICB e Instituto Senai de Tecnologia em Couro e Meio Ambiente.
Entre as novidades preparadas pelas entidades para essa 41ª Fimec, está o FF Exchange. Será uma rodada de negócios que unirá empresas compradoras e fornecedores (curtumes). Em formato dinâmico, as rodadas setoriais em estilo fast dating, estipulam um tempo para que cada curtume apresente-se a uma empresa calçadista, agilizando o processo e tornando a informação mais objetiva. Os giros são realizados até que todos os compradores tenham contato com todos os vendedores. Entre as empresas que já confirmaram presença, estão West Coast/Cravo e Canela, Bibi, Tabita, Dakota, Ramarim, Usaflex, Paquetá, Pegada e Jorge Bischoff.
Com tradição dentro da Fimec, o Projeto Comprador, realizado em parceria com a Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil), leva para os pavilhões da Fenac compradores internacionais. A Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal) realiza o By Brasil Components and Chemicals que, na última edição da feira, resultou em US$ 3 milhões em negócios imediatos e a longo prazo. Na mesma linha, a Abrameq, por meio do projeto Brazilian Shoes Leather Machinery, leva compradores dos mercados-alvos, oriundos especialmente da América Latina. Mais informações sobre a Fimec podem ser obtidas no site www.fimec.com.br.