Nova Unidade de Saúde de Ernestina registra aumento nos atendimentos

Município: Ernestina

No primeiro mês de trabalhos na UBS, foram realizadas 1.182 consultas médicas CRÉDITO: FABRICIO CARVALHO/DIVULGAÇÃO/CIDADES

No primeiro mês de trabalhos na UBS, foram realizadas 1.182 consultas médicas CRÉDITO: FABRICIO CARVALHO/DIVULGAÇÃO/CIDADES

A qualificação ainda maior dos atendimentos oferecidos pela equipe multiprofissional da Unidade Básica de Saúde (UBS) do município à população no novo prédio já tem reflexos práticos. No dia 16 de maio, a nova UBS completou um mês de funcionamento e houve registro de aumento de 16% no número de procedimentos realizados em comparação ao último mês de operação da antiga UBS. Através de um espaço mais amplo, moderno e adequado para o trabalho dos profissionais, tem sido possível melhorar ainda mais os serviços prestados dentro da Atenção Básica em Saúde. E a prova disso também está nos números. Neste primeiro mês de trabalhos na nova UBS, foram realizadas 1.182 consultas médicas por clínicos gerais, pediatra, psiquiatra e cardiologista, diante de 997 consultas no último mês de funcionamento da antiga UBS. Em relação ao número total de procedimentos, o aumento é significativo. Nos últimos 30 dias de trabalhos no antigo prédio, foram realizados 2.758 procedimentos. Só neste primeiro mês na nova UBS, a equipe multiprofissional realizou 3.205 atendimentos à população. O aumento é de 16% em relação à antiga UBS.
Para a secretária de Saúde e Assistência Social, Adriana Voigt, esse aumento significativo está relacionado à infraestrutura de referência da nova UBS. “Já neste primeiro mês, percebemos um grande aumento na procura de atendimentos por parte da população. Entre outros fatores, como a crescente incidência do vírus da gripe, o aumento na procura se deve, principalmente, pela maior qualificação dos atendimentos prestados. Nesta nova estrutura, a equipe tem maiores recursos para oferecer atendimentos mais qualificados e isto beneficia diretamente a população que procura a Unidade Básica de Saúde”, avalia a secretária da pasta. “Além da equipe da Saúde, os estudantes da Universidade Federal da Fronteira Sul também estão tendo um espaço mais bem adequado para o desenvolvimento da residência médica na Atenção Básica à Saúde, e este convênio tem se mostrado muito importante para o incremento do trabalho preventivo realizado com a população”, acrescenta Adriana.
O prefeito Odir João Boehm reforça a importância de uma estrutura nova e ampla para os atendimentos em Saúde. “Para oferecer bons serviços na Saúde, é fundamental dar à equipe boas condições de trabalho em um espaço adequado e que permita a qualificação dos atendimentos. Esta nova unidade é uma conquista para a comunidade de Ernestina e a equipe da administração municipal está muito feliz por ter conseguido viabilizar este importante projeto. O aumento na procura de atendimentos significa que nossos esforços compensaram”, destaca o chefe do Executivo do município.
Investimentos e novos equipamentos
A administração municipal segue adquirindo novos equipamentos para a estruturação da rede básica de Saúde. A nova UBS receberá, até o final do ano, R$ 400 mil em novos equipamentos, o que também inclui um novo veículo para o transporte de pacientes. O novo prédio possui mais de 800 metros quadrados e foi construído em um local estratégico, próximo aos principais acessos ao centro do município. Para construir a nova UBS, o município buscou R$ 1,064 milhão junto ao governo estadual.
No total, os investimentos na nova UBS chegam a R$ 2 milhões. Além do recurso para o projeto e os R$ 400 mil para novos equipamentos, também há contrapartida municipal e, ainda, a área onde foi construído o prédio. O terreno, localizado em espaço estratégico na entrada do município, havia sido cedido e foi reintegrado ao patrimônio municipal após o esforço do Executivo.

 

Plano Municipal de Turismo é apresentado para convidados em Viamão

Município: Viamão

Objetivo foi explicar o documento que reúne as propostas para o desenvolvimento do setor CRÉDITO: PREFEITURA MUNICIPAL DE VIAMÃO/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Objetivo foi explicar o documento que reúne as propostas para o desenvolvimento do setor CRÉDITO: PREFEITURA MUNICIPAL DE VIAMÃO/DIVULGAÇÃO/CIDADES

No dia 18 de maio, a prefeitura, representada pelo departamento de Turismo, apresentou o Plano Municipal de Turismo para membros do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Viamão (Codevi), representantes de empreendimentos turísticos da cidade e integrantes do Conselho Municipal do Turismo. O objetivo foi explicar o documento que reúne as propostas para o desenvolvimento do turismo no município. Além disso, o plano cumpre exigência para captar verbas, emendas e investimentos para o setor do Turismo.
O departamento de Turismo faz parte da secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Turismo (Smdeict). O secretário da pasta, Túlio Barbosa de Souza, abriu o encontro dando as boas-vindas aos convidados e apresentando as ações da prefeitura voltadas ao Turismo. Ele mencionou a elaboração do Inventário que compõe todos os empreendimentos da cidade. Em sua fala, Souza destacou ainda a importância do Conselho Municipal de Turismo, recentemente constituído, que visa debater o assunto e agregar componentes que possam contribuir para o desenvolvimento das atividades turísticas. Ele explicou também que já foi agendada uma reunião para o andamento do conselho, inclusive com a participação do Codevi.
Na sequência, o turismólogo Anderson Goulart e a técnica em hotelaria Alexandra Reis apresentaram o plano para os convidados. Eles explicaram que o documento reúne uma apresentação do município, com aspectos históricos e socioeconômicos. Além disso, destacaram que o plano tem como objetivo desenvolver as atividades turísticas, bem como daquelas que possam incrementar estas práticas, através da inserção de segmentos ao cenário econômico do turismo, como, por exemplo, os pequenos produtores. O plano apresenta, ainda, os polos turísticos e propõe estratégias para a integração entre eles, através de roteiros turísticos, sendo a Rota das Especiarias um exemplar, onde estes polos e roteiros deverão estar preparados para conectar-se aos municípios vizinhos. O Parque Saint Hilaire também é um elemento de destaque no turismo ecológico e de lazer.
Durante a reunião, também foram destacadas a participação ativa do departamento em eventos da cidade, bem como o desenvolvimento de ações junto ao Estado e ao Ministério do Turismo, como o Plano de Regionalização, que vai definir as estratégias do desenvolvimento do turismo no Brasil. Na ocasião, ainda foi apresentado o Mapa de Turismo, onde todos os empreendimentos e atrativos turísticos aparecem de acordo com suas modalidades (hospedagem, alimentação, prédios históricos, entre outros), de forma que possam ser trabalhados separadamente. O objetivo do Mapa, que teve os dados coletados pelo departamento de Turismo, em parceria com a Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), é evitar que haja conflito de atividades que não possam dividir o mesmo espaço, como, por exemplo, mineração e alimentação.
A secretaria de Estado do Turismo, Esportes e Lazer (Setel) esteve representada pelo diretor-geral Sarico Moura e pelo diretor de Turismo Abdon Barretto, que falou sobre o cenário do turismo no Estado, considerando a cidade como “o destino com maior potencial turístico da região Delta do Jacuí”. O prefeito Valdir Bonatto encerrou o encontro ressaltando a importância do turismo como gerador de renda, bem como o grande potencial existente na cidade. Também estiveram presentes no encontro o vice-prefeito André Pacheco e secretários municipais.

 

Seminário em Garibaldi destaca a importância das microempresas

Município: Garibaldi

Atividade discutiu os desafios das empresas de pequeno porte CRÉDITO: FERNANDA DE ANTONI FARIAS/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Atividade discutiu os desafios das empresas de pequeno porte CRÉDITO: FERNANDA DE ANTONI FARIAS/DIVULGAÇÃO/CIDADES

O primeiro Seminário Estadual realizado pela Federação das Associações de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Rio Grande do Sul (Femicro/RS) no município no dia 20 de maio discutiu os avanços e desafios das empresas de pequeno porte no Estado. O evento reuniu cerca de 70 pessoas no Clube 31 de Outubro. Os palestrantes fizeram uma radiografia do Estado e do Brasil sobre o papel das pequenas empresas na geração de emprego e renda e sua função social. O presidente da Femicro/RS Leonir Nicaretta destacou que este primeiro evento teve por objetivo reforçar a importância do segmento neste momento. Nicaretta anunciou, ainda, que a federação está planejada para continuar os debates no Estado e que o próximo seminário será em 19 de maio de 2017, na cidade de Caxias do Sul.
O presidente da Confederação Nacional das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Comicro), José Tarcísio da Silva, fez elogios à iniciativa da Femicro/RS e ressaltou que o Rio Grande do Sul passa a ter verdadeiramente uma representação para as microempresas. O prefeito Antonio Cettolin destacou a importância do seminário para a cidade e que a federação tem uma função social expressiva, e que precisa continuar atenta às necessidades de quem produz e gera emprego.
O palestrante e representante do governo do Estado, da secretaria de Desenvolvimento, Ciências e Tecnologia, Carlos Alberto Hundertmarlker anunciou o ingresso da Femicro/RS no Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Rio Grande do Sul (Fopemepe), como a federação que representará as microempresas do Estado. Também foram palestrantes o consultor do Sebrae/RS Fabio Guerra, que falou sobre A gestão empresarial como fator determinante da sobrevivência e crescimento dos pequenos negócios e o deputado estadual Tiago Simon, presidente da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa do Rio Grande do Sul. Simon abordou o tema Políticas públicas para um ambiente favorável às micro e pequenas empresas.
Durante o evento, houve a adesão da Associação do Comércio, Indústria e Serviços (ACI) de Carlos Barbosa ao quadro de associados da Femicro, que passa a somar-se à Associação das Pequenas e Médias Empresas (Apeme), Associação de Vinicultores de Garibaldi (Aviga), Agamóveis e Associação da Empresas de Pequeno Porte do Rio Grande do Sul (Microempa) de Caxias do Sul. O seminário foi uma realização da FemicRo/RS, com apoio da Comicro, da Apeme e do Sebrae/RS e teve patrocínio do Banrisul. Mais informações sobre a FemicRo/RS estão disponíveis no site www.femicro-rs.org.br.

 

Fenadoce se inicia amanhã e segue até o dia 12 de junho em Pelotas

Município: Pelotas

Lançamento do evento aconteceu na noite de 18 de maio e contou com coquetel, música e apresentação da programação CRÉDITO: MARCEL STREICHER/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Lançamento do evento aconteceu na noite de 18 de maio e contou com coquetel, música e apresentação da programação CRÉDITO: MARCEL STREICHER/DIVULGAÇÃO/CIDADES

A cidade está pronta para mais uma Feira Nacional do Doce – Fenadoce 2016, que se inicia amanhã e segue até o dia 12 de junho. O evento foi lançado oficialmente na noite de 18 de maio, no centro de eventos Fenadoce, com um coquetel especial, música, doces e apresentação da programação. A história do evento, que começou há 30 anos, começa a ser relembrada e celebrada agora. Muito diferente do seu início, a Fenadoce segue a sua essência de levar o nome de Pelotas além das fronteiras. A homenagem maior neste ano é para o público, aqueles que verdadeiramente fazem o evento ano a ano. Com o tema Para uma grande plateia, um doce espetáculo, a Fenadoce 2016 traz a segunda edição do Festival Gastronômico; o espaço Wombo Combo, com cultura pop; show nacional de Jorge & Mateus; expositores; apresentações culturais; e a famosa Cidade do Doce, com as doceiras mais tradicionais do município.
Para os conselheiros da Câmera de Dirigentes Lojistas de Pelotas (CDL), Carlos Delevatti e Eliane Sedrez, o momento é de dificuldade, mas também de gratidão. “Conseguimos construir uma feira que irá valorizar a cultura da nossa região mesmo com as dificuldades”, afirmou Eliane. Delevatti completou, lembrando a importância de cada parceiro. “Se não fosse por cada um dos parceiros, essa feira tão grande não estaria acontecendo”, destacou. A coordenadora da Fenadoce Cultural, Adriane Silveira, apresentou a programação cultural do evento, destacando que a “Fenadoce já está acontecendo nas ruas” através de intervenções em bairros, praças, no mercado público e em escolas por toda a região, levando um pouco da feira para as ruas e aproximando o público das apresentações artísticas, que poderão ser acompanhadas durante os 19 dias de Fenadoce.
A gastronomia, carro-chefe da feira, ganha força com a segunda edição do Festival Gastronômico. A coordenadora do festival, Jussara Dutra, ressaltou que a Fenadoce é uma expressão da cultura pelotense, por isso, a aposta de, mais uma vez, o evento promover a gastronomia local com conscientização, debates, seminários e a inclusão dos restaurantes da cidade através de jantares com chefs convidados de outros municípios. Jussara ainda destacou a Feira da Agricultura Familiar na programação do festival. “Hoje, 70% do que é consumido no País vem da agricultura familiar. Por isso, é fundamental termos esse espaço”, pontuou.
A tecnologia e a cultura pop também estarão presentes na feira. O aplicativo da Fenadoce 2016, já disponível para o sistema Android, traz a programação e informações da feira. Além disso, há ainda dois games: o Quindim Crush 2 e o Na Trilha do Doce. Já na cultura pop, o espaço será o Wombo Combo, com jogos, cosplay, animes, exposições, oficinas e diversas atrações relacionadas ao tema.
Representando o governo municipal, a vice-prefeita Paula Mascarenhas parabenizou a organização da feira pelos esforços e pelas conquistas ao longo dos últimos 30 anos. “O que temos de melhor em Pelotas é o nosso patrimônio humano, as pessoas. É por isso que acredito na Fenadoce, um evento que, a cada ano, se renova mais”, declarou. O lançamento da feira contou com coquetel feito pela Escola de Gastronomia do Senac e se encerrou com uma apresentação do grupo Ballet de Pelotas.
Doceiras ampliam produção com certificação de origem
O púbico que visitar a Fenadoce vai poder experimentar os tradicionais e famosos doces pelotenses com selo de autenticidade. São 15 doces (dos mais de 200 encontrados na feira) produzidos por algumas doçarias da cidade com selo que garante qualidade e receita original. Desde o ano passado, no entanto, o Projeto Polo de Doces de Pelotas, uma parceria entre o Sebrae/RS, CDL Pelotas e Associação dos Produtores de Doces de Pelotas, visa ampliar o número de doçarias que possuem essa certificação para que, em 2017, apenas empresas com o selo possam comercializar os doces tradicionais na Fenadoce.
Atualmente, 11 doçarias fazem parte desse processo, e quatro delas já possuem o selo. “Este é um processo importante, em que as doceiras recebem toda a orientação, com consultoria técnica e de negócios, diagnóstico para melhorias no processo de produção e manual de boas práticas”, explica Jussara Cruz Argoud, gestora do projeto Qualificar os Serviços de Alimentação Fora do Lar – Polo Gastronômico de Pelotas do Sebrae/RS. Além disso, por participarem desse processo, essas empresas estão recebendo um apoio de 20% no valor do espaço na Fenadoce 2016.
A certificação foi conquistada pela Associação dos Produtores de Doces de Pelotas, entidade criada com o objetivo de fortalecer o setor, proteger as receitas e estimular a inovação e o desenvolvimento das empresas associadas. Constituída em 2008, com o apoio do Projeto Polo de Doces de Pelotas e conduzida pelo Sebrae/RS, a associação reúne um grupo de empresários do setor do doce da cidade.
A Tuca Doces é uma das empresas que está passando pelo processo. “Para nós, o certificado é algo muito bom. É importante para valorizar não só os doces, como também as doceiras e, claro, aumentar as nossas vendas”, afirma Sandra Beatriz Lopes Siqueira, da Tuca Doces, empresa que, há 20 anos, expõe na Cidade do Doce da Fenadoce.
Para Maria Alzira Rosa Carreira, da Delícias Portuguesas, tanto a certificação quanto a presença na Fenadoce são vitrines para o trabalho. “Para nós, que aderimos o processo de certificação, é muito importante, pois garante a qualidade da receita. Isso faz com que o cliente possa comer o produto com tranquilidade, pois sabe a qualidade do que está na receita. É importante para alavancar os negócios”, avalia. A empresa tem 18 anos e, desde então, está na Fenadoce.
A pioneira nesse processo é Maria Helena Lubke Jeske, presidente da Associação dos Produtores de Doces de Pelotas e dona da Imperatriz Doces Finos. Para ela, a ampliação do número de empresas com doces certificados fortalece do setor. “O crescimento da empresa com a certificação é muito grande e valoriza todos os produtos, não apenas os doces tradicionais, mas toda a produção ganha. O doce pelotense vai mais longe e todos ganham com isso”, destaca Maria Helena.
Os 15 doces protegidos pelo selo são bem-casado, quindim, ninho, camafeu, olho de sogra, pastel de santa clara, papo de anjo, fatia de braga, trouxas de amêndoas, queijadinha, broinha de coco, beijinho de coco, amanteigado, panelinha de coco, além dos doces cristalizados de frutas. As 11 empresas que fazem o processo de certificação são: Delícias Portuguesas; Doces Santa Clara; Dona Xica Doces de Pelotas; Fábrica de Doce Monalu; Imperatriz Doces Finos; Mestre Kuka; Nanda Doces; Nina Doces; Renata Doces; Tuca Doces e V. N. Doces Delícias.

 

Maio Amarelo tem dia de blitz conscientizadora no Centro de Sapiranga

Município: Sapiranga

Intervenções acontecem às terças e quintas-feiras, sempre em frente à prefeitura CRÉDITO: JULIA VIANA/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Intervenções acontecem às terças e quintas-feiras, sempre em frente à prefeitura CRÉDITO: JULIA VIANA/DIVULGAÇÃO/CIDADES

O último dia 18 de maio foi marcado pela conscientização no trânsito, com as ações da campanha Maio Amarelo, realizadas no Centro pela prefeitura, por meio da secretaria municipal de Segurança Pública e Mobilidade Urbana e da Guarda Municipal de Trânsito, em parceria com o Centro de Formação de Condutores (CFC) Valderez. Os agentes e instrutores ainda tiveram um reforço especial na campanha: alunos da escola de Ensino Fundamental Imaculado Coração de Maria e os estudantes que compõem a Guarda de Trânsito Mirim. A prefeita Corinha Molling também participou da ação, e revelou: “Essas iniciativas são de extrema importância para combater a violência no trânsito que, infelizmente, leva muitas vidas”.
O grupo formado por agentes municipais, guardas de Trânsito e equipe do CFC esteve durante a tarde distribuindo panfletos informativos na faixa de pedestres com pintura destacada para a campanha defronte à prefeitura, na avenida João Corrêa. Segundo o chefe da Guarda de Trânsito, Sidnei Soares, a cidade aderiu à campanha para reforçar a mensagem de direção defensiva, conscientizar condutores e combater a violência no trânsito. Além da panfletagem e mensagem aos motoristas, a campanha teve decoração no prédio da prefeitura com faixas amarelas e a fita que marca o Maio Amarelo, e também foi colocado, em sinal de alerta que permanecerá nos próximos dias, um veículo acidentado, uma visualização do perigo que representa a violência em nosso trânsito.
Durante a ação, o grupo de conscientização distribuiu mais de 300 panfletos informativos junto a bolsinhas higiênicas para carros. Ao lado dos agentes de trânsito, as crianças deixaram com os motoristas o material e a mensagem Maio Amarelo! Paz no Trânsito. A secretária municipal Janete dos Santos destacou que é através das crianças que se alcança maior número de pessoas, pois elas aprendem e repassam a mensagem à família, o que motivou a participação dos pequenos na ação.
O chefe da Guarda de Trânsito Sidnei Soares ressaltou também que a ação, em parceria com o CFC Valderez, continuará até o fim do mês, com intervenções às terças e quintas-feiras, sempre em frente à prefeitura. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (0xx51) 3599-9500, ramal 259. O Movimento Maio Amarelo nasce da proposta de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. O objetivo é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil, com a intenção de colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos, fazendo do Maio Amarelo um alerta de atenção pela vida.